Partilhar

Como escolher o tipo de iluminação

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como escolher o tipo de iluminação

Na hora de montar e decorar uma divisão, a iluminação é um dos fatores mais importantes a considerar. As luzes são muito úteis porque nos permitem ver, mas além disso possuem uma parte estética e decorativa. Mas para que estas duas funções se cumpram, é necessário escolher a luz correta e adequada para cada divisão. É por isso que em umComo.com.br lhe oferecemos este artigo, com tudo o que é necessário saber sobre como escolher o tipo de iluminação.

Também lhe pode interessar: Como fazer uma iluminação de Natal

Tipo de luz

Devemos decidir se preferimos luzes de halogênio, fluorescentes, lâmpadas, LED, etc. Cada tipo de luz tem seus próprios benefícios e um grau de calor diferentes, que devemos considerar para saber que tipo de luz é mais adequado para cada divisão da nossa casa.

Em ambientes domésticos, as luzes mais comuns são as luzes incandescentes (as lâmpadas "normais") e de halogênio de baixo consumo, as luzes fluorescentes também podem ser usadas, mas geralmente são mais comuns em escritórios e comércios.

Cor da luz

Também se deve considerar a cor da iluminação, a cor gerada pelo material da lâmpada e a que vem da cor da lâmpada em si. As luzes incandescentes sempre dão uma luz mais quente, que acentua os tons amarelos e marrons; enquanto que, os fluorescentes dão uma sensação mais fria, destacando as cores azuis e verdes. Da mesma forma, se a luz estiver dentro de um lustre ou atrás de um tecido de alguma cor, pode ser que a iluminação varie, adquirindo outro tom e gerando sensações diferentes.

Instalação adequada

Existem também muitos apliques de iluminação, assim como diferentes tipos de lâmpadas que determinam o tipo de luz que teremos em casa. Na hora de escolher o tipo de luz que vamos instalar, também devemos escolhê-lo em função do espaço que temos disponível, assim como da distribuição das tomadas e do resto da instalação eléctrica, para dispor de saídas de energia que forneçam eletricidade aos lustres e focos de luz.

Uma boa opção, que além do mais é bem fácil de instalar, são os focos tipo olho de boi que permitem orientar a luz para onde quisermos e inclusive colocá-los no interior de móveis e armários.

Função da iluminação

Segundo a função que cumpre, a iluminação pode ser dividida em:

  • De ambiente: a iluminação geral de uma divisão, iluminada em toda sua extensão.
  • Pontual: limita-se a um lugar, como suplemento.
  • Decorativa: trata-se de iluminação pontual com o objetivo de realçar algum elemento decorativo específico (quadro, escultura, etc.).
  • Funcional: é a que se adapta às atividades da casa. Desempenha um papel útil de comodidade e segurança, como por exemplo no caso da luz da cozinha ou das escadas.
  • Cinética: são as luzes "vivas" que permitem criar uma iluminação em movimento, como as velas e as lareiras.

Luz natural

Para iluminar corretamente uma divisão, não devemos pensar só na iluminação artificial mas tentar sempre aproveitar ao máximo a luz solar, que entra pelas portas e janelas. A luz do sol permite economizar energia eléctrica e gera um ambiente mais quentee natural, por isso devemos aproveitar ao máximo as horas de sol tanto no verão como no inverno.

Segundo a divisão

Ao unir todos esses parâmetros que acabamos de ver, cada cômodo da nossa casa terá um determinado tipo de luz. Para você pegar ideias e ter alguma referência, você pode consultar os seguintes artigos:

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como escolher o tipo de iluminação, recomendamos que entre na nossa categoria de Design de Interiores e Decoração.

Escrever comentário sobre Como escolher o tipo de iluminação

O que lhe pareceu o artigo?

Como escolher o tipo de iluminação
Como escolher o tipo de iluminação

Voltar ao topo da página