menu
Partilhar

Minhoca no banheiro: o que fazer?

 
Por Yasmin Fonseca. 11 janeiro 2021
Minhoca no banheiro: o que fazer?

O banheiro é um dos cômodos mais difíceis de se manter sempre higienizado, isso porque, além da sujeira que naturalmente acumula com o tempo, é um lugar úmido e que, consequentemente, atrai bichos que se adaptam bem a ambientes com água. Em razão disso, é comum que encontremos insetos e minhocas no cômodo mesmo quando pensamos estar com a limpeza em dia, mas porque será que isso acontece? Apesar de ser algo um pouco trabalhoso de se fazer, saiba desde já que existem motivos para o surgimento de bichos no banheiro e que é possível evitar esse tipo de situação e também de acabar com pragas que surgiram do nada.

Se você passa por esse tipo de situação e não sabe como se livrar de minhocas que surgiram em seu banheiro, no umCOMO temos a solução para quando você se pergunta o que fazer quando surge minhoca no banheiro. Continue lendo o artigo e descubra.

Também lhe pode interessar: Como desentupir o ralo de banheiro

Minhoca preta no banheiro

Se você encontrou minhocas no box do banheiro, é muito provável que sejam pequenas e que você tenha também reparado na presença de mosquitos de banheiro, aqueles que "magicamente" apenas aparecem nesse cômodo da casa e que são quase inevitáveis de vermos próximos ao chuveiro quando vamos tomar banho.

Se identificou com essa descrição? Pois, essas "minhocas" nada mais são do que as larvas da Psychoda sp, nome científico do mosquito do banheiro e que costuma aparecer nesse cômodo, pois se alimenta de restos orgânicos encontrados nos encanamentos e cantos do cômodo. O que acontece é que, por ser uma região da casa bastante úmida, acaba que mofos, fungos e bactérias crescem no banheiro. Pela presença desse material orgânico, as moscas, acabam se procriando por lá, afinal, se alimentam desses restos orgânicos bacterianos encontrados[1].

Larvas no banheiro

Ainda que possam parecer um tanto nojentas, essas larvas não apresentam perigo. O que elas causam é apenas incômodo, principalmente quando surgem em grande quantidade, dando a sensação de falta de higiene no local.

Para se livrar delas e, consequentemente, dos mosquitos, é necessário higienizar desde os canos até o banheiro em si, o que precisará ser feito de tempos em tempos, o indicado é uma vez por semana, para evitar que o acúmulo de bactérias volte a atrair as moscas.

Para higienizar seu banheiro, você precisará jogar água fervente e água sanitária no encanamento, além de esfregar os azulejos com desinfetante, dando atenção especial à região do box, próxima ao chuveiro.

Quer mais dicas para acabar de vez com esse problema? Veja também como acabar com mosquitinhos de banheiro.

Minhoca no banheiro: o que fazer? - Minhoca preta no banheiro

Minhoca vermelha no banheiro

Se você encontrou minhoca no vaso sanitário e reparou que elas têm uma cor avermelhada, saiba que se trata, assim como visto acima, de larvas com aparência similar, o que nos faz pensar se tratar de minhocas. Minhocas vermelhas são da espécie Glycera dibranchiata Ehlers, que podem ser encontrada em ambientes aquáticos marinhos[2] e que tem uma tonalidade bastante avermelhada graças à hemoglobina encontrada em seu interior[3], fazendo com que a larva tenha o "apelido" e bloodworm em inglês, que pode ser traduzido como "verme de sangue".

Por ser um animal aquático, ao contrário das larvas pretas que se proliferam em ambientes úmidos e podem surgir em cantos do banheiro próximos ao box, essas larvas surgem em meio à água, podendo aparecer dentro de vasos sanitários ou até mesmo em outros locais com água parada que temos em casa. O fenômeno costuma acontecer em cidade litorâneas.

Ainda que esse seja um animal encontrado em água salgada, é também possível de entrarem pelo encanamentos e acabarem surgindo no vaso sanitário. Infelizmente esse tipo de verme é bastante resistente, podendo sobreviver com facilidade em ambientes com pouco oxigênio e não morrendo quando em contato com desinfetante ou água sanitária, ou seja, de nada adianta utilizar produtos de limpeza. Apesar disso, o lado "bom" é que bastará dar descarga para que sumam.

Em casos de persistência, será necessário encontrar a real fonte dessas larvas para que deixem de subir pelo seu encanamento. Fale com seus vizinhos para questioná-los sobre o assunto, pois provavelmente o mesmo está acontecendo em suas residências e, juntos, vocês poderão tomar providências.

Dicas para evitar minhocas no banheiro

O surgimento de larvar e insetos e nossos banheiros é algo muito fácil de acontecer, entretanto, também é algo bastante fácil de se evitar. Veja abaixo algumas dicas que podem ser úteis nessa tarefa:

  • Mantenha o ambiente seco: como você viu acima, as larvas e moscas gostam de ambientes úmidos, por isso, se você não tem um box no banheiro para escoar a água, passe um rodo sempre após os banhos.
  • Lave o banheiro com frequência: higienizações mais pesadas como a dos encanamentos pode ser feita com um espaçamento maior de tempo, entretanto, o banheiro em si deve ser limpo sempre que você for fazer uma faxina, o que ajudará a diminuir o acúmulo de sujeira.
  • Mantenha o ambiente arejado: deixar que o ar circule no banheiro é uma forma de evitar a umidade, assim, também servirá para diminuir as chances de insetos acabarem por depositar larvas em seu banheiro. Preste atenção nesse detalhe principalmente após os banhos, momento no qual o banheiro fica repleto de vapor de água.

Em resumo, o segredo para evitar surpresas do tipo em nossos banheiros é a higienização devida, tomando cuidado inclusive com vasos sanitários e encanamentos. Se quiser mais dicas de higienização, veja também truques para desinfetar o banheiro.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Minhoca no banheiro: o que fazer?, recomendamos que entre na nossa categoria de Limpeza da Casa.

Referências
  1. MARILUIS, J. C.; MULLERI, P.; PATITUCCI, L.; OLIVIA, A. Cystomyiasis by Larvae of a Psychoda SP. (Diptera: Psychodidae): First Case for Argentina. Journal of the Canadian Society of Forensic Science, v. 4, n. 40, p. 187-188, Oxfordshire, 2007. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/230788425_Cystomyiasis_by_Larvae_of_a_Psychoda_SP_Diptera_Psychodidae_First_Case_for_Argentina. Acesso em: 02 de janeiro de 2021.
  2. WILLIAMS, L. M.; BOWSHER, A. M.; CHRUSOVERGI, M-A. AMBROSE JR, W. G. Bloodworm (Glycera dibranchiata Ehlers, 1868) Populations in the Gulf of Maine Are Connected Through Gene Flow. Marine Science and Biology, v. 1, n. 1, p. 1-4, 2020. Disponível em: https://www.boffinaccess.com/open-access-journals/marine-science-and-biology/MSB-1-101.pdf. Acesso em: 02 de janeiro de 2021.
  3. KLAWE, W. L.; DICKIE, L. M. Biology of the bloodworm, Glycera dibranchiata Ehlers, and its relation to the bloodworm fishery of the Maritime Provinces. Ottawa: Fisheries Research Board of Canada, 1957. Disponível em: https://waves-vagues.dfo-mpo.gc.ca/Library/37401.pdf. Acesso em: 02 de janeiro de 2021.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Minhoca no banheiro: o que fazer?
1 de 2
Minhoca no banheiro: o que fazer?

Voltar ao topo da página