menu
Partilhar

Plantas aquáticas: nomes e tipos

 
Por Redação umCOMO. 20 março 2021
Plantas aquáticas: nomes e tipos

Plantas aquáticas são aquelas que vivem submersas parcial ou totalmente na água. Também são conhecidas como plantas hidrófitas, macrófitas ou higrófitas, e se adaptam a diversos ambientes aquáticos como lagoas, deltas, rios, lagos, pântanos e até poças. Por conta do ambiente no qual se encontram e de sua adaptação, requerem bastante umidade para que possam crescer e se desenvolver.

Existem diversos tipos de plantas aquáticas (ribeirinhas, flutuantes, de águas profundas ou especialmente oxigenadoras), e uma grande variedade de cada uma delas. Conhecer suas principais características vai permitir que você cuide delas da melhor forma possível, para que cresçam saudáveis e fortes. Para descobrir tudo sobre plantas aquáticas, seus nomes e tipos, recomendamos que você siga lendo este artigo do umCOMO, no qual você vai encontrar um guia sobre as plantas que vivem na água - entre aquelas indicadas para decorar áreas aquáticas em jardins e, ainda, as que são aptas para aquários. Além disso, você poderá ver algumas fotos delas para que possa identificar algumas espécies com mais facilidade.

Também lhe pode interessar: Nomes para plantas

Características das plantas aquáticas

Determinar do que necessitam as plantas aquáticas para viver tem a ver com seus diferentes tipos, de acordo com suas adaptações que podem ser as seguintes:

  • Aquelas que ficam permanentemente submersas em água requerem a absorção de nutrientes e a troca de gases, diretamente no mesmo meio.
  • Por outro lado, as plantas com que ficam com uma parte para fora da água não apresentam muita resistência à perda de água. Isso porque elas contam com os chamados estômatos (poros) abertos, que ficam espalhados pela superfície. Além disso, os caules e as folhas contêm revestimentos impermeáveis ​​reduzidos.
  • Outra das grandes necessidades das plantas aquáticas, principalmente as que se encontram fixas em águas muito profundas, é obter oxigênio para a respiração através das raízes. Por conta disso, elas possuem um corpo com espaços vazios para que o ar circule da atmosfera até as raízes, permitindo também que flutuem ou permaneçam firmes na superfície aquática. Existem casos como o do cipreste do pântano (Taxodium distichum), que são árvores com raízes especiais para respirar. Eles são chamados de pneumatóforos, e saem da água para alcançar o oxigênio. Outras plantas aquáticas, entre as quais a lentilha-d'água (Lemna minor), possuem uma espécie de câmara sob as folhas com ar para poderem flutuar.

Portanto, plantas aquáticas presentes em lagoas ou em outros corpos aquáticos contam com adaptações que as permitem viver parcialmente ou completamente dentro da água, ou ainda crescer no solo de margens de áreas aquáticas, fazendo com que elas estejam adaptadas a solos constantemente encharcados ou com muita umidade. Assim, elas se adaptaram para que pudessem realizar todas as suas funções vitais, incluindo a fotossíntese e a respiração mesmo dentro da água, uma das principais diferenças entre plantas terrestres e aquelas completamente submersas em água.

Existem algumas plantas que podem até ser adaptadas a novos ambientes, para que sejam levadas para jardins ou que possam se tornar plantas para aquários. Por esse motivo, é também possível ter plantas aquáticas em casa, caso você possua um jardim com áreas aquáticas ou deseje montar um aquário com esse tipo de vegetação. Cuidando delas corretamente e promovendo às plantas a umidade que precisam, elas vão se desenvolver sem problemas.

Existe, ainda, o caso das espécies de arroz Zizania e Oryza sativa, que também são plantas aquáticas, mas que se adaptaram a grandes áreas e se tornaram plantas de grande cultivo, razão pela qual são comumente comercializadas. O agrião, vegetal amplamente consumido, é outro hidrófito bastante usado no setor alimentício.

Plantas aquáticas: nomes e tipos - Características das plantas aquáticas

Tipos de plantas aquáticas

Existem 4 tipos de plantas aquáticas:

  • Plantas aquáticas ribeirinhas: são plantas encontradas nas margens de rios, lagos ou lagoas, e por isso também são conhecidas como plantas aquáticas marginais. As raízes ficam submersas na água, enquanto que o resto do corpo fica fora da superfície. Elas também são conhecidas como plantas de transição, pois permanecem vivas fora da água graças à rega frequente.
  • Plantas aquáticas flutuantes: são plantas cujas raízes estão permanentemente soltas na água, e por isso flutuam e são deslocadas pela superfície pelo próprio movimento da água, do vento ou dos animais que habitam a área em questão.
  • Plantas aquáticas para águas profundas: são encontradas nas áreas mais fundas da água. Algumas delas, inclusive, são plantas aquáticas com flores, como os nenúfares, já que suas raízes, mesmo presas no solo do fundo do lago ou lagoa, fazem com que elas cresçam até que saiam para a superfície, onde algumas espécies são capazes de desenvolver mais folhas e flores.
  • Plantas aquáticas oxigenadoras: são aquelas plantas que funcionam como se fossem um filtro de água muito potente, e que contam com uma elevada taxa de crescimento. Elas absorvem dióxido de carbono e minerais da água e expulsam oxigênio para ela, ajudando assim a manter as águas sempre limpas. Além disso, auxiliam a regular a proliferação de algas e ficam totalmente submersas no meio aquático.

Exemplos de plantas aquáticas

No umCOMO vamos te ajudar a conhecer diferentes tipos de plantas aquáticas e seus nomes com base nas listas a seguir.

Nomes de plantas aquáticas ribeirinhas

Você pode plantar algumas dessas plantas aquáticas ribeirinhas na beira da zona aquática do seu jardim:

  • Calla
  • Achoruscalamus ou açoro
  • Cyperus alternifolius ou sombrinha-chinesa
  • Cyperus papyrus ou papiro
  • Caltha palustris
  • Glyceria variegata
  • Equisetum arvense ou rabo de cavalo de campo
  • Iris sibirica ou irís da Sibéria
  • Iris pseudoachorus, irís amarela ou bandeira d'água
  • Juncus inflexus
  • Juncus maritimus ou junco marinho
  • Juncos glauca ou junco
  • Juncus acutus ou junco-agudo
  • Misolis palustris
  • Mentha aquática
  • Pontederia cordata ou aguapé
  • Pontederia lanceolata
  • Schoenoplectus lacustris ou bunho
  • Typha latifolia ou tábua larga (foto)
  • Tipha minima ou junco anão
  • Scirpus lacustris
  • Scirpus cebreinus
  • Thalia dealbata ou thalia em pó
  • Veronica anagallis-aquatica ou veronica aquática

Nomes de plantas flutuantes

Quer conhecer algumas plantas flutuantes para pensar bem se quer colocar alguma delas no lago do seu jardim? As espécies mais comuns para essas áreas são as seguintes:

  • Eichhornia crassipes, jacinto-de-água ou aguapé
  • Pistia ou alface d'água ou repolho d'água
  • Stratiotes aloides
  • Hydrocharis morsus-ranae ou bit de sapo europeu
  • Salvinia natans ou marrequinha (foto)
  • Lemna minor ou lentilha-de-água
  • Salvinia auriculata ou orelha de onça

Tome cuidado com o camalote ou aguapé, pois a planta se reproduz especialmente rápido e pode acabar invadindo todo o seu espaço livre, o que pode dificultar a sobrevivência de outras plantas, e dos animais que habitam a zona de água que foi criada no seu jardim ou campo.

Nomes de plantas aquáticas de águas profundas

Se você conta com um lago profundo no seu jardim ou terreno, aposte em colocar nele algumas destas plantas:

  • Nymphaea alba, nenúfar branco, lírio-de-água-europeu ou lótus branco
  • Nymphaea odorata, nenúfar branco americano ou nenúfar perfumado
  • Nymphaea gladstoniana
  • Nymphaea gladstoniana amarela
  • Nymphaea chromatella
  • Nymphaea carnea rosa ou ninféia cor de rosa (foto)
  • Nymphaea laydekeri rosea vermelha ou ninféia-vermelha
  • Nymphaea rose arey rosa
  • Nymphaea stellata vermelha ou lótus estrela
  • Nymphaea atraction vermelha
  • Nymphaea vill benetti amarela

Nomes de plantas aquáticas oxigenadoras

Para te ajudar a manter a água do lago ou lagoa da sua casa sempre limpa e saudável, recomendamos que você inclua plantas oxigenadoras:

  • Elodea canadensis ou elódea-comum (foto)
  • Elodea crispus ou elódea-africana
  • Ceratophyllum demersum ou rabo de raposa
  • Vallisneria tortifolia ou valisnéria comum
  • Vallisneria gigantea valinéria gigante
  • Vallisneria normal
  • Myriophyllum verticillatum
  • Myriophyllum aquaticum ou mil folhas

Abaixo você pode ver um exemplo de planta correspondente a cada um dos tipos citados acima. Agora que você já conhece os diversos nomes de plantas aquáticas.

Plantas aquáticas: nomes e tipos - Exemplos de plantas aquáticas

Se pretende ler mais artigos parecidos a Plantas aquáticas: nomes e tipos, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Plantas aquáticas: nomes e tipos
1 de 3
Plantas aquáticas: nomes e tipos

Voltar ao topo da página