Partilhar

Qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica
Imagem: homeappliances.wordpress.com

A primeira vista e quando estão apagadas, as placas vitrocerâmicas e as de indução parecem iguais, mas a verdade é que existem inúmeras diferenças entre elas. Se você está pensando em renovar seu fogão, é necessário que conheça o funcionamento de ambas e se incline por aquela que mais se adequar às suas necessidades. Por isso, em umComo queremos explicar a você em detalhe qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica.

Placas de indução

A placa de indução funciona ao esquentar uma bobina elétrica que ao gerar um campo eletromagnético é capaz de fazer reagir materiais ferromagnéticos e gerar, assim, calor. É por isso que os fogões de indução precisam de um determinado tipo de utensílios e apetrechos para poder funcionar.

Do mesmo modo, é por este motivo que não nos queimamos se tocarmos a placa de indução quando está acesa, já que nossas mãos não são magnéticas.

Placa vitrocerâmica

Pelo contrário, as placas vitrocerâmicas -conhecidas popularmente como "vitros"- são aquelas que funcionam por meio de uma resistência que esquenta e, portanto, faz aumentar a temperatura do que está ao seu redor. O vidro que as cobre recolhe este calor e o transmite aos recipientes usados para cozinhar.

Desta forma, as vitrocerâmicas continuarão quentes após serem apagadas e poderemos queimar-nos se tocamos acidentalmente no vidro.

Diferenças entre indução e vitrocerâmica

Ainda que à primeira vista possam parecer iguais ou muito similares, a verdade é que existem inúmeras diferenças entre as placas de indução e as vitrocerâmicas:

  • Funcionamento: enquanto as placas de indução geram calor através de campos magnéticos, as vitrocerâmicas produzem-no por meio do aquecimento de uma resistência elétrica.
  • Eficiência: as de indução são mais rápidas e requerem um menor gasto de energia elétrica que as vitros.
  • Segurança: no uso dos fogões que funcionam por indução não corremos o risco de queimar-nos se tocarmos no vidro por acidente, enquanto nas vitrocerâmicas sim.
  • Preço: o preço de compra das placas de indução é mais alto que o das vitrocerâmicas, mas a economia energética compensa.
  • Utensílios: nas vitrocerâmicas pode ser usado qualquer tipo de panela, enquanto que as de indução requerem utensílios específicos.
  • Limpeza: os fogões de indução são mais fáceis de limpar pelo fato de que os alimentos não ficam grudados na placa, como ocorre nas vitrocerâmicas.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica, recomendamos que entre na nossa categoria de Manutenção e Segurança da Casa.

Escrever comentário sobre Qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica

O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
A sua avaliação:
teófilo
as panelas ou utensílios, para o indução , são bem mais caras , chega a ser uns 150 , usei os dois e gosto o de indução , é mais pratico ,porem mais complicado
sueli Lizieri
No fogão de vitrocerâmica corremos o risco de alguma das resistência queimar ou apresentar problemas ?? existe a possibilidade de reposição delas ou não ?
A sua avaliação:
Sergio Forigo
Excelente o trabalho de vocês!!! Parabéns
Editor umComo.com.br
Oi Sergio! Que bom que gostou do artigo. Continue acompanhando nossas dicas, valeu pelo comentário!
Mariuza Floriano
Olá, gostaria de mais informações sobre custos e beneficios entre fogão e fornos a gás, eletrico e por indução, pois os custos atuais de gás e energia são exorbitantes. E to precisando trocar meu fogão, pois ta um caco de 10 anos de uso...kkk
teófilo
caso queira chegar em casa e usar uma panela que tenha em vossa casa , não compre o de indução

Qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica
Imagem: homeappliances.wordpress.com
Qual é a diferença entre indução e vitrocerâmica

Voltar ao topo da página