Partilhar

Zamioculca é venenosa?

 
Por Yasmin Fonseca. 26 agosto 2020
Zamioculca é venenosa?

As Zamioculcas, de nome científico Zamioculcas zamiifolia, são uma espécie de planta de origem africana da família Araceae bastante utilizada na decoração em jardins e vasos.[1] Em razão de sua aparência, essa pode ser uma ótima forma de deixar sua residência mais bonita, entretanto, um perigo relacionado com a planta é sua fama de ser venenosa, o que pode ser um perigo caso tenhamos crianças pequenas em casa, além de também causar preocupação naqueles que têm animais de estimação, já que poderão acabar por ingerir as folhas da planta e intoxicar-se.

Apesar da fama da planta, será que a zamioculca é venenosa? Para saber a resposta dessa pergunta e todos os cuidados necessários com a planta, leia esse artigo do umCOMO.

Zamioculcas é venenosa?

A Zamioculcas não está na lista das plantas super perigosas e que não devem ser cultivadas em casa, entretanto, pode ser tóxica[1], por isso, não deverá ser ingerida sob nenhuma circunstância. Apesar de ter potencial venenoso, a planta é uma das espécies mais cultivadas como ornamental no Brasil em razão de sua beleza, durabilidade e adaptabilidade.[2]

Os perigos que a ingestão da Zamioculcas pode ocasionar ainda são pouco conhecidos[1], entretanto, há relatos de inchaços, complicações temporárias nas vias respiratórias e vômito.

Importante: a Zamioculca é venenosa para gatos e outros animais de estimação, devendo ser evitada caso seus animais tenham costume de ingerir folhas de plantas decorativas dos ambientes que frequentam.

Para descobrir outras espécies que também são venenosas e que podem oferecer perigo caso não forem cultivadas com cuidado, veja também quais plantas são tóxicas.

O que fazer se ingerir Zamioculca

Por não ser uma planta extremamente venenosa, o primeiro cuidado que devemos ter caso ocorra ingestão das folhas de Zamioculcas é manter a calma, afinal, não será uma situação que colocará sua vida em risco. Para se livrar do problema e evitar reações, a solução mais simples será o vômito, que pode vezes é induzido pela própria planta.

Caso a ingestão não tenha dado ânsia de vômito e seja necessário provocá-lo, veja como induzir vômito a garanta que a planta será eliminada por completo do seu sistema.

Zamioculca é venenosa? - O que fazer se ingerir Zamioculca

Como cuidar da zamioculca

A Zamioculca não é uma espécie que exige cuidados muito complexos, sendo uma planta bastante propagada também em razão da praticidade de seu cultivo. Seja direto no solo ou no vaso, os cuidados são bastante similares e deverão ser seguidores visando dar melhor qualidade de vida a sua planta, o que ocasionará num aspecto mais brilhoso e que deixará seu jardim ainda mais bonito.

Luz

Em relação ao recebimento de luz, saiba que essa é uma planta que gosta de meia-sombra[3], ou seja, que deve ficar em local iluminado mas onde não bata luz direta do sol, sendo uma boa ideia colocá-la abaixo de plantas maiores que impedirão que os raios solares a atinjam diretamente. Se for plantar uma muda de zamioculca, tome apenas cuidado para dar um espaço entre a espécie adjacente e a nova, permitindo assim que a raízes das zamioculcas cresçam livremente.

Em razão de sua boa adaptação em ambientes com menos quantidade de luz, essa é uma espécie que pode muito facilmente ser cultivada dentro de casa, em ambientes mais fechados.

Adubo e solo

Por se bastante resistente, as zamioculcas não necessitam cuidados muito especiais quando se trata da qualidade do solo, ou seja, não é necessário ir atrás de adubos orgânicos e específicos, sendo suficiente colocá-la em solo fértil com quantidade suficiente de nutrientes básicos. Para garantir que o solo terá minerais adequados para o crescimento da planta, vale investir em um adubo N-P-K simples.

Outro detalhe ao qual devemos nos atentar é em relação à drenagem do solo, afinal, a espécie não lida muito bem com grandes quantidades de água de forma que será necessário investir em um terreno poroso que permita o fluxo de líquidos. A porosidade do solo poderá ser proporcionada pelo uso de cascalhos e pedras.

Caso for colocar a muda em um vaso e deseje mais informações acercado assunto, veja como plantar Zamioculca em vaso e tire todas a suas dúvidas.

Água

Da mesma fora que essa não é uma espécie que necessita de muita luz, a zamioculca é uma planta que exigirá pouca quantidade de água, sendo até mesmo positivo evitar regas muito frequentes para evitar que aconteça um afogamento.

Para manter sua espécie saudável, regue-a 2 vezes por semana.

Importante: a Zamioculca dá flor, entretanto, sua florescência é similar a de antúrios, ou seja, não é uma flor com pétalas coloridas como é de se esperar, mas com um "tubo" amarelado que ficará em extremidades da planta e que a dará um aspecto sutilmente mais colorido a seu jardim.

Zamioculca e seus benefícios

Além de ser uma bela planta ornamental, uma vantagem em cultivar a planta é a conexão entre a zamioculcas e superstição, afinal, existe toda uma simbologia ligada à espécie. Dizem que a Zamioculcas é planta da sorte, sendo capaz de atrair também proteção, além disso, a planta está ligada ao dinheiro em razão do verde de suas folhas.

Independente de suas crenças, uma certeza é que um pouco de verde, principalmente em locais fechados, sempre cai bem, de forma que o cultivo da espécie dentro de nossas residências trará certamente uma especto de vida um tanto agradável tanto para nós quanto para eventuais visitas.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Zamioculca é venenosa?, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Referências
  1. SIQUEIRA, J. C. de. Belezas e perigos no uso de plantas cultivadas. PESQUISAS, BOTÂNICA Nº 64, pp. 307-311, Instituto Anchietano de Pesquisas, São Leopoldo, 2013. Disponível em: http://www.anchietano.unisinos.br/publicacoes/botanica/botanica64/20_siqueira.pdf. Acesso em: 18/08/2020.
  2. STUTZ, M. C.; CARRER FILHO, R.; ROCHA, G. A.; DIANESE, E. de C.; CUNHA, M. G. da. Soft rot on the stems of Zamioculcas zamiifolia caused by Sclerotium rolfsii. Ornamental Horticulture, Vol. 25, Nº 4, pp. 402-406, Campinas, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/oh/v25n4/2447-536X-oh-25-04-0402.pdf. Acesso em: 18/08/2020.
  3. SILVA, L. D. M. da; FERREIRA, L. D. B.; MANÇANARES, K. N. O. Diferentes composições de substratos para a produção de mudas de espécies hortícolas. V Congresso e Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG, Universidade Estadual de Goiás, Palmeiras de Goiás, 2019. Disponível em: https://www.anais.ueg.br/index.php/cepe/article/view/13856/10873. Acesso em: 18/08/2020.

Escrever comentário sobre Zamioculca é venenosa?

O que lhe pareceu o artigo?

Zamioculca é venenosa?
1 de 2
Zamioculca é venenosa?

Voltar ao topo da página