menu
Partilhar

Como cuidar de roseiras doentes

 
Por Redação umCOMO. 27 julho 2021
Como cuidar de roseiras doentes

As roseiras são arbustos resistentes que não requerem cuidados excessivos. Ainda assim, não há que se esquecer que estão expostas à ação daninha de pragas e doenças, geralmente causadas por fungos ou por ácaros e insetos diminutos. Detectar as pragas e doenças das roseiras a tempo é importante para conservar a beleza e a saúde das plantas, que podem chegar a sofrer uma grave deterioração em suas folhas e flores ou, inclusive, secar e morrer.

Especialmente na primavera, quando as roseiras começam a florescer adornando os jardins com suas cores e aroma, é o momento de revisar seu estado para poder atuar a tempo, em caso de qualquer anomalia. Quer saber como cuidar de roseiras doentes? Siga lendo este artigo do umCOMO para aprender a detectar as pragas e doenças mais habituais e saber como cuidar delas.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de uma roseira

Oídio

É uma das pragas das roseiras mais frequentes e é provocada pelo fungo Sphaerotheca pannosa. Você poderá reconhecê-la porque as distintas partes da planta aparecem cobertas de uma espécie de polvilho de tom entre o esbranquiçado e o cinza.

A presença deste fungo paralisa o desenvolvimento da roseira e impede a floração. Para tentar recuperar a roseira é importante eliminar o fungo, podando as partes contaminadas, se estão muito afetadas, ou recorrendo a um fungicida.

Fungicida para roseiras caseiro

Você pode preparar um simples e eficaz fungicida caseiro adicionando meio litro de água, metade desta quantidade de leite, isto é, 250 ml, e uma colherada de bicarbonato. Com esta mistura e com a ajuda de um difusor, regue as folhas, talos e flores da roseira e a planta pode recuperar-se.

Você pode ler mais dicas sobre como eliminar fungos das plantas no nosso outro artigo sobre o tema.

Como cuidar de roseiras doentes - Oídio

Míldio

Também é um fungo o responsável desta praga que, uma vez que afeta uma planta, pode estender-se rapidamente por todo o jardim. Você poderá reconhecê-lo porque provoca manchas amarelas e brancas nas folhas da roseira, especialmente nas bordas e na ponta e também nas próprias flores. O avesso das plantas fica acinzentado e pode aparecer um aspecto de polvilho.

Se não é tratado a tempo, o míldio fará que as folhas sequem e que a planta morra depois de poucos dias. Costuma dar em zonas de clima quente e muito úmidos e o melhor remédio para combatê-lo é aplicar fungicidas ou podar as partes afetadas.

Como cuidar de roseiras doentes - Míldio

Roya

A roya é uma doença provocada por distintos fungos, mas o maior responsável costuma ser o Phragmidium tuberculatum que ataca a roseira desde seu interior, causando graves danos. Quando o fungo se desenvolve e expande, podem ser vistos uns carocinhos alaranjados nas folhas das roseiras afetadas que, irremediavelmente, acabam secando. Fungicidas e poda são novamente as medidas a tomar para evitar que a praga se estenda.

Como cuidar de roseiras doentes - Roya

Ácaro rajado

É um ácaro que causa pragas e doenças às roseiras e a muitas outras plantas. Trata-se de um minúsculo organismo difícil de ver, mas que se detecta porque faz com que o avesso das folhas adquira um tom acinzentado, às vezes salteado de pontinhos brancos.

Além disso, quando a doença se estende, se podem ver facilmente filamentos similares a de uma teia de aranha. Existem produtos específicos para combater o ácaro rajado, mas como remédio caseiro você pode tentar fumigar pulverizando uma infusão feita com urtigas secas.

Como cuidar de roseiras doentes - Ácaro rajado

Pulgão

O pulgão é um inseto da família dos afídeos, existem distintas espécies que habitam, especialmente, o talo das folhas das plantas como as roseiras. Ver poucos pulgões na roseira não implica prejuízo algum, mas quando colonizam uma planta e se convertem em uma praga de pulgões é essencial elimina-los. Neste caso, se você busca como cuidar de roseiras doentes afetadas pelo pulgão,pulverize as zonas onde os veja com uma mistura de:

  • Água (ao menos ½ litro) e uma colherada de sabão líquido.
  • Água de cebola: ferva uma cebola picada e utilize a água de cocção (uma vez fria) para pulverizar as roseiras doentes.
  • Água com uma colherada de vinagre.

Nestes outros artigos te contamos Como matar pulgão preto nas plantas e Remédios caseiros contra o pulgão.

Como cuidar de roseiras doentes - Pulgão

Mosca-dos-pinheiros

Pode-se suspeitar da presença deste inseto, cujo nome científico é Blennocampa Phillocolpa, porque quando se instala em uma planta provoca que suas folhas se enrolem para colocar suas larvas na cavidade que se forma.

Pode parecer que a folha simplesmente está um pouco seca, mas há que comprovar que não se trata de uma praga de mosca-dos-pinheiros que poderia acabar matando a roseira, pois quando as larvas nascem começam a comer as folhas da planta, como se vê na imagem. Tirar as folhas afetadas e recorrer a um inseticida apropriado é a melhor alternativa.

Como cuidar de roseiras doentes - Mosca-dos-pinheiros

Como prevenir as doenças das roseiras

Dentro dos cuidados básicos que requer poder disfrutar de uma magnífica roseira, a revisão periódica para detectar possíveis doenças e pragas é importante porém, também existe uma séria de simples medidas que podem ajudar a prevenir sua aparição, por exemplo:

  • Na hora de plantar suas roseiras, escolha um ambiente adequado, mantendo uma mínima separação entre as plantas que permita uma boa circulação de ar. Comprove, também, que bate suficiente quantidade de sol, necessária para frear a proliferação de fungos.
  • Pode e adube suas roseiras quando necessário para mantê-las fortes e sãs porque as pragas afetam mais as plantas que se encontram debilitadas.
  • Mantenha a terra onde está plantada a roseira limpa de ervas daninhas e sem excesso de folhas mortas.
  • Regue com a frequência e quantidade de água ideais, evitando o encharcamento e o excesso de umidade.

Para terminar, te recomendamos ler este outro artigo Minha roseira não floresce, o que fazer?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de roseiras doentes, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar de roseiras doentes
1 de 7
Como cuidar de roseiras doentes

Voltar ao topo da página