Partilhar

Como cuidar de um cacto

Por Sara Viega. Atualizado: 21 dezembro 2018
Como cuidar de um cacto

Os cactos pertencem à família cactaceae, composta por mais de 2000 espécies. A maioria destas plantas cactáceas são provenientes de regiões áridas e semi-áridas da América e são ideais para dar um toque diferente ao seu jardim ou a um espaço de sua casa, já que há cacto de cultivo interior e de jardineiras e todos necessitam de pouco cuidado. Se já tem uma destas plantas ou se está pensando em comprá-la, neste artigo de umCOMO contamos como cuidar de um cacto de qualquer tipo.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um cacto no inverno

Características: tudo sobre cactos

Os cactos são plantas um tanto diferentes do usual, seus caules são grossos e possuem clorofila, sendo os responsáveis pela fotossíntese e, consequentemente, pela respiração da planta, enquanto suas folhas são modificadas em forma de espinhos[1].

Onde vivem os cactos

Por serem plantas de climas áridos, os cactos costumam viver em locais secos e quentes. Diferentes espécies de cactos podem ser encontrados em ambientes ao nível do mar mas também em grandes altitudes como nos Andes[1], além de serem um dos símbolos da caatinga brasileira e do México.

Como os cactos se alimentam

Além da capacidade de armazenas água em seus caules, os cactos possuem diversos mecanismos em sua estrutura para serem capazes de otimizar a água disponível no ambiente em tempos de seca. A superfície lisa da planta faz com que a água de eventuais chuvas escorra diretamente para o solo, sendo absorvido por suas raízes e evitando perdas. Os espinhos dos cactos fazem com que animais de ambientes secos evitem ingerir a planta em busca de água.

Os nutrientes necessário para a sobrevivência do cacto, assim como em outras plantas, são encontrados no solo e absorvido por suas raízes.

Como é o caule dos cactos

Há quem pense que cactos não precisem de água por serem plantas de ambientes áridos, entretanto, todas as plantas precisam se hidratar para sobreviver e os cactos acumulam água em seus caules suculentas para utilizarem em épocas de muita seca, é uma forma de adaptação para sobreviver. Os caules dos cactos são justamente as partes esverdeadas, tanto a central quanto as laterais que por vezes são confundidas com folhas.

Como cuidar de um cacto - Características: tudo sobre cactos

Como cuidar de cactos

Na hora de cuidar dos cactos, é importante levar em conta os seguintes fatores:

Local

Aprender como cuidar de um cacto não é tarefa difícil. Primeiramente devemos pensar no local onde colocaremos a planta, o mais recomendável é que disponha de um vaso de barro para seu cacto, escolha um que tenha buracos na base para garantir uma correta drenagem. Para mais detalhes, veja como e quando transplantar os cactos.

Quando tiver o vaso de barro, precisará de enchê-lo. Pode comprar cheio de carvalho, de cortiça de orquídeas, terra e inclusive forma de folha de carvalho. Se acaba de comprar o cacto e espera que cresça, o melhor será que não encha todo o vaso e deixe pelo menos cinco centímetros de espaço entre o enchimento e o topo.

Irrigação

Os cactos precisam de uma frequência de irrigação semanal. No entanto, segundo a temporada do ano que esteja, deverá aumentar ou diminuir sua irrigação. No inverno é recomendável regá-lo com mais frequência, pelo menos duas vezes por semana. A melhor maneira de saber se o seu cacto precisa de água é introduzindo o dedo até a metade na terra, se estiver seca, você precisa regá-lo.

Regar um cacto é diferente de regar outras plantas, pois eles precisam de terra muito molhada. O melhor será que regue seu cacto até que a água comece a cair pela base do vaso. Quando o cacto não precisar de tanta água, o melhor será fazer intervalos na hora de jogar a água, mas utilizando sempre a mesma quantidade calculada para as restantes irrigações.

Luz

O cacto precisa de sol para se manter saudável e vivo. O melhor será que o localize em uma jardineira onde receba luz solar ou perto de uma janela para que receba luminosidade. Muitas pessoas têm dúvidas sobre como cuidar de cactos doentes e se esquecem de que, ainda que seja uma planta resistente, o cacto também precisa de luz para sobreviver e realizar a fotossíntese, o que causa o adoecimento da planta.

Leitura complementar: Como fazer jardim no pote

Como plantar cactos

  1. Escolha um vaso de material poroso como a argila, os vasos de plástico não permitem a saída e absorção de água a podem causar excesso de umidade, coisa da qual os cactos não gostam;
  2. Utilize uma terra rica em nutrientes, afinal, ainda que os cactos não sejam plantas exigentes, precisam de nutrientes básicos para sobreviver;
  3. Encha o vaso de terra e faça um buraco no qual caibam as raízes, é importante deixá-las completamente cobertas e protegidas;
  4. Coloque o cacto no buraco cavado e preencha os espaços livres com mais terra.

Caso seja do seu gosto, adicione algumas pedras decorativas, plantas suculentas e cactos lidam bem com esse tipo de adorno.

Se procura saber como cuidar de cactos grandes pois irá plantá-lo no solo e não em um vaso, o procedimento é o mesmo. Preste atenção principalmente na cobertura das raízes, procedimento que pode ser um pouco mais difícil em plantas grandes no solo.

Cuidar de cactos em vasos

Cuidar de cactos em vaso é bem simples, basta prestar atenção na umidade da terra enfiando o dedo para perceber se o solo está muito seco, caso esteja, regue a planta. Se for manter o vaso em ambientes interiores, apenas tome cuidado para que durante alguma parte do dia sua planta tenha acesso à luz do sol.

Os mini cactos crescem caso haja espaço, sendo assim, se for sua intenção, transplanta o mini cacto para um vaso maior. Para saber mais sobre essas plantas, veja como cuidar de mini cactos.

Tipos de cactos da caatinga

O tipo de cacto mais presente na caatinga brasileira é o famoso mandacaru, que já foi até mesmo título de novela global. Os mandacarus nascem e se desenvolvem de forma natural sem que para isso necessite de cuidados e pode atingir até 5 metros de altura, uma curiosidade sobre a planta é que suas flores desabrocham apenas durante a noite.

Além do mandacaru, outro cacto muito comum na caatinga é o quipá, que possui flores avermelhadas e que é por vezes utilizado na alimentação em razão da grande concentração de água em seu interior.

Sugestão: Como cuidar de cactos com flores - Gêneros e espécies

Como cuidar de um cacto - Tipos de cactos da caatinga

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um cacto, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Referências
  1. https://portals.iucn.org/library/sites/library/files/documents/1997-041.pdf

Escrever comentário sobre Como cuidar de um cacto

O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
IARA DE FATIMA SANTIN
Tenho um MANDACARU QUE JÁ SOFREU MUITO COM FUNGOS... ConsegConsegui recupera-lo. Hoje ele esta crescendo de forma desproporcional... não sei poda-lo. Se eu lhes enviar uma foto vcs podem me ajudar? Desde já agradeço!
nelis silva
Amei,tenho vários tipos de cactos.
A sua avaliação:
Ashilley
Em todo lugar diz que no inverno e pra ser regado 1 vez por semana e aqui diz o contrário. Estranho....

Como cuidar de um cacto
1 de 3
Como cuidar de um cacto

Voltar ao topo da página