Partilhar
Partilhar em:

Como fazer um jardim japonês

Passo a Passo
Avaliação: 4,7 (136 votos)
10 comentários
93 vezes partilhado
 
Como fazer um jardim japonês
Fonte: susettepaisagismoarte.com.br

Os jardins orientais, chineses e japoneses, são um espaço na natureza muito direcionado para a meditação. Assim sendo, enquanto que no ocidente se costuma associar jardins a lazer e convívio, os povos do ocidente encaram-os como espaços de harmonia, calma e procura espiritual. Por essa razão tudo nos jardins japoneses é colocado segundo uma ordem, a do Feng Shui, de forma a originar harmonia e energias positivas. Nada é deixado ao acaso e todos os elementos típicos de um jardim japonês, nomeadamente a água, as pedras e o bambu, têm uma simbologia própria. Se ficou curioso quanto a este tipo de jardim e pretende saber como fazer um jardim japonês, continue lendo este artigo de umComo.com.br.

Também lhe pode interessar: Como fazer um jardim inglês
Instruções:
1

Os jardins japoneses são tipicamente grandes e localizados em espaços com colinas e lagos. Para os povos orientais eles representam uma das mais sublimes formas de arte, pois refletem a essência da natureza e permitem a ligação do homem com ela. Mantendo os traços gerais, é possível recriar um jardim japonês em sua casa, ainda que o espaço disponível seja pequeno.

Fonte: taringa.net
2

Outra caraterística dos jardins japoneses é que os elementos devem dar a ilusão de que não foram colocados lá por mão humana, tal como nos jardins ingleses, mas com a preocupação de formar uma composição harmoniosa que transmita calma e não sobrecarregue a paisagem. Por essa razão, ao fazer um jardim japonês deve definir os espaços para cada um dos elementos. Reserve um lugar para o elemento água, disponha as árvores separadamente, crie um espaço para as pedras e planifique onde irá colocar alguma estátuas ou esculturas, as quais deverão ficar junto a arbustos.

Fonte: blogjapon.com.ar
3

Comece por semear grama em todo o espaço, de preferência grama japonesa (Zoysia japônica), ou grama esmeralda, como é chamada no Brasil. O verde é a cor predominante nos jardins japoneses, a qual é combinada com pequenos toques de cores que as árvores e arbustos conferem. Num jardim japonês as árvores devem manter o seu aspeto durante todo o ano e, de preferência, durar muito tempo de forma a passar de geração em geração, transmitindo uma ideia de continuidade e herança. Opte pela cerejeira-japonesa-rosa (Prunus campanulata), magnólia ou tulipa-de-árvore (Magnolia liliiflora), Acer de folhas verdes (Acer palmatum), pinheiro japonês (Pinus thunbergii) e bambu (Phyllostachys pubescens).

Fonte: jardimoriental.blogspot.pt
4

Num jardim japonês, as pedras cumprem suas funções: decorativa e utilitária. Na primeira elas são dispostas um pouco por todo o espaço, mas sobretudo próximas do elemento água. Como função utilitária servem de caminho, e existem dois tipos de caminho de pedras: Nobedan, com pedras dispostas em mosaico, de vários tamanhos mas todas uniformes no topo; e Tobiishi, com pedras de tamanhos maiores, irregulares e mais afastadas entre si. Este último tipo de caminho encerra uma simbologia: por suas pedras serem de formado irregular, somos obrigados a prestar atenção à caminhada, concentrando-nos no momento e deixando de parte os problemas cotidianos.

Fonte: michelechristine.wordpress.com
5

Relativamente ao elemento água, este poderá surgir sub forma de lago, rio, fonte ou cascata. Em qualquer uma das opções que escolher, faça questão de incluir carpas Nishikigoi-koi, bem típicas deste tipo de jardins e símbolo de fertilidade e prosperidade. Para decorar, erga uma ponte arredondada sobre o lago ou crie um caminho nele, que simbolizam auto-conhecimento e evolução para atingir um nível superior em termos espirituais. Em torno do elemento água, inclua pedra-sabão, uma disposta na posição vertical para simbolizar o pai, outra na posição horizontal para representar a mãe e as restantes, menores, que serão os descendentes.

Fonte: koi.su
6

Dentro do próprio jardim japonês, poderá reservar espaço para um pequeno jardim zen. São muito fáceis de recriar e apenas necessitam de dois elementos: pedra e areia. Comece por dispor areia branca numa pequena área e, em seguida, dê-lhe formas onduladas com um ancinho, prática dos antigos monges budistas. No meio, disponha várias pedras separadas entre si. A simbologia deste jardim zen é muito interessante: a areia representa o mar e as pedras, ilhas. Este elemento decorativo simples contribuirá para a sensação de calma e tranquilidade que se pretende criar num jardim japonês.

Fonte: blog.espol.edu.ec
7

Um outro elemento muito presente e importante nos jardins japoneses são as lanternas. As mais típicas são chamadas de Yukimi e surgem sob forma de casinhas podendo medir até 1,20 m. Disponha-as próximas da água, ao longo dos caminhos de pedras e nos locais de convívio. Tal como os outros elementos presentes num jardim japonês, também as lanternas têm o seu significado: simbolizam o fogo e a luz, clareando a mente de quem passeia pelo jardim e promovendo a iluminação espiritual.

Fonte: aidobonsai.com
8

Tal como referido no início deste artigo, os jardins japoneses servem o propósito da meditação, do contato com a natureza e do relaxamento. Para isso, será útil se puder instalar em seu jardim um espaço semelhante às antigas residências japonesas de madeira com portas e janelas shoji, que funcionam como uma moldura natural para a vista do jardim. Esse espaço servirá para a meditação e também como casa de chá, visto que a toma de chá é um hábito muito japonês e bastante relaxante.

Fonte: pinterest.com

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como fazer um jardim japonês, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardim.

Comentários (10)

Escrever comentário sobre Como fazer um jardim japonês

O que lhe pareceu o artigo?
10 comentários
A sua avaliação:
Neuza
Qual material é usado nas paredes laterais do olho d'Água para não ter infiltração.
A sua avaliação:
Heltemberg Soares da Silva
Perfeito, seria importante colocar os fornecedores de materiais, plantas e ambiente de plantas.
leonardo
Olá, parabéns pelo blog!
Desde já os meus agradecimentos!
fabiana
gostaria de fazer um jardim japones em minha casa e queria dicas...
Edson Milton Cabezaolias
Obrigado pelas dicas, gostei muito do aprendizado. Pretendo fazer um jardim japonês aqui na empresa e o espaço não é muito grande, cerca de 4 x 20 mts. Poderia me indicar alguém ou alguma empresa que faz este trabalho?
otto fialho
estou fazendo um buffet infantil no bosque da saude en sampa e o desafio e criar em 6x8 algo como um jardim japones para homenagear a colonia. voces podem me ajudar ?
remane
Boa tarde eu tenho um espaço grande quero faze um jardim chinês, peço uma dica, quero um lago e mais, aguardo.
Sara Silva
Olá Remane, para o ajudar confira este artigo acerca de como fazer um lago: http://animais.umcomo.com.br/articulo/como-fazer-um-lago-de-peixes-no-jardim-212.html
Sandra mara
Adorei as dicas do jardim japones.
Sara Silva
Olá Sandra, que bom que gostou! Obrigada pelo seu comentário e continue nos acompanhando.
Sara
Olá Mikuno, muito obrigada pelo seu comentário :)
mikuno
Excelente artigo! ;) Parabéns!

Como fazer um jardim japonês
Fonte: susettepaisagismoarte.com.br
Fonte: taringa.net
Fonte: blogjapon.com.ar
Fonte: jardimoriental.blogspot.pt
Fonte: michelechristine.wordpress.com
Fonte: koi.su
Fonte: blog.espol.edu.ec
Fonte: aidobonsai.com
Fonte: pinterest.com
1 de 9
Como fazer um jardim japonês