Partilhar

Como plantar uma rosa que eu ganhei

 
Por Yasmin Fonseca. 13 abril 2020
Como plantar uma rosa que eu ganhei

As rosas são plantas da família Rosaceae[1] e que são cultivadas há cerca de 5 mil anos[2]. Em razão de sua beleza, delicadeza e aroma, as rosas se tornaram um dos símbolos do amor, sendo uma opção de presente muito comum e significativa para darmos e recebermos daqueles que amamos. Quando recebemos rosas, o usual é que elas venham em um buquê ou sozinhas embrulhadas em embalagem de presente e, se quisermos fazer com que a planta dure, será necessário plantá-las em ambiente propício com técnica adequada para a espécie, já que cada planta tem as suas próprias exigências.

Se você ganhou rosas e não sabe como fazer para mantê-las, veja como plantar uma rosa que eu ganhei nesse artigo do umCOMO.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um jardim de rosas

Como preparar a terra para plantar rosas

O solo é o material de onde sua rosa irá retirar todos os nutrientes que precisa para sobreviver, o que envolve também a água, sendo assim, o primeiro passo com o qual nos devemos nos preocupar quanto queremos saber como plantar uma rosa que ganhei ou qualquer outra planta será o preparo necessário do solo que irá comportá-la.

As roseiras têm preferência por solos do tipo areno-argilosos que equilibram o sólido, composto por material orgânico e minerais, e o poroso, que deve ser composto de ar e água[3], o que permite que parte da água seja absorvida mas também que o sobressalente escorra, evitando tanto o afogando quanto a desidratação da planta.

Além da composição física da terra, também devemos nos preocupar com a química, ou seja, com a adubação, garantindo assim que a planta não apenas crescerá como também que irá florescer.[2] O adubo ideal para as roseiras será o esterco, já que possui grande quantidade de nitrogênio, assim como a torta de mamona, além disso, você poderá utilizar farinha de ossos e carvão vegetal. Já que os itens citados não são dos mais fáceis de serem encontrados, exceto por aqueles que têm a jardinagem como passatempo, é possível encontrar adubo específico para rosas em lojas de jardinagem ou então fazer adubo natural. Se quiser produzir seu próprio adubo com materiais mais acessíveis, veja também receitas de adubo para roseiras.

Como plantar uma rosa cortada

Se você for plantar a rosa no solo, o ideal é cavar um buraco na terra que seja tão profundo e largo quanto as raízes[4], entretanto, como tratamos de uma planta cujas raízes foram removidas, você deverá fazer um buraco de aproximadamente 15 centímetros, evitando assim que haja a possibilidade de queda antes do crescimento e fixação das raízes.

Para rosas em recipientes como vasos, o procedimento deverá ser o mesmo, entretanto, você deverá se preocupar em não deixar a rosa muito profundamente enterrada pois é necessário que haja um espaço de sobra na parte interior do vaso para que as raízes possam crescer livremente.

Caso você more em um local de clima seco, uma boa forma de garantir que a rosa ficará bastante hidratada é colocando-a em outro material orgânico que possua bastante água, por isso existem por aí técnicas de como plantar rosa na batata, como plantar rosa na beterraba e até de como plantar rosa na babosa. Se você reparar, todas as técnicas envolvem enfiar a ponta do caule da rosa em um pedaço de um desses vegetais, fazendo com que a planta possa absorver diretamente a água do vegetal escolhido e que não dependa unicamente da disponível no solo.

Cuidados com a rosa

Plantas delicadas e que possuem flores, como é o caso da roseira, costumam exigir cuidado especial, por isso, é necessário pesquisar um pouco quais são as peculiaridades da planta que iremos cultivar, garantindo assim o crescimento e florescimento.

Irrigação

O ideal para as roseiras é ter suas raízes sempre molhadas mas nunca encharcadas pois não são capazes de absorver oxigênio quando completamente cobertas em líquidos, por outro lado, quando a falta ocorre, a roseira pode sofrer com manchas escuras, amarelecimento, enrolamento e queda nas folhas, além de poder morrer em casos extremos.[2]

O intervalo de tempo em que se deve irrigar as roseiras depende de fatores como a umidade do ar, entretanto, o recomendável é que você realize o processo em dias de sol forte e, caso estiver com dúvida acerca da necessidade de água da planta, basta colocar o dedo na terra para sentir se está seca ou úmida.

Ambiente

O local onde você colocará sua rosa fará toda a diferença pois a planta tem gostos específicos em relação ao recebimento de luz solar e também à temperatura. Para garantir que sua rosa crescerá e florescerá, coloque-a em um lugar bastante iluminado e evite grandes sombras, principalmente em razão da evaporação da água proporcionada pelo calor da luz solar.[4]

Além de garantir que sua planta receberá luz suficiente, colocando-a em local aberto e iluminado você também garantirá que será bastante vista e que terá sua beleza agraciando a vida de todos os moradores de sua residência.

Como fazer muda de rosa

Fazer muda de rosa é bastante simples, basta seguir o passo a passo abaixo:

  1. Tire os espinhos da base do caule para evitar acidentes;
  2. Caso o caule escolhido tenha um botão em vias de florescer, corte-o;
  3. Na ponta interior do caule, faça um corte na diagonal;
  4. Faça um buraco na terra utilizando algum outro material fino e comprido;
  5. Enfie a rosa na terra até a altura próxima dos primeiros ramos de folhas;
  6. Coloque terra nos arredores da rosa para garantir que ficará bastante presa no solo.

Importante: para realizar os cortes na planta, utilize sempre uma tesoura esterilizada.

Agora que você já sabe como fazer uma muda a partir de sua rosa, que tal expandir a ideia e transformá-la num jardim? Para saber direitinho como fazer isso, veja como cuidar de um jardim de rosas.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como plantar uma rosa que eu ganhei, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Referências
  1. BENDAHMANE, M.; DUBOIS, A.; RAYMOND, O.; LE BRIS, M. Genetics and genomics of flower initiation and development in roses. Journal of Experimental Botany, Vol. 64, nº 4, pp. 847–857, 2013. Disponível em: https://academic.oup.com/jxb/article/64/4/847/436041. Acesso em: 31/03/2020.
  2. JUNKES, S. Cultivando roseiras. Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1995. Disponível em: http://atividaderural.com.br/artigos/590b6554630fd.pdf. Acesso em: 31/03/2020.
  3. da SILVA FILHO, R. C. Cultivo da roseira orgânica para agricultura a familiar. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, Guanambi, 2018. Disponível em: https://www.ifbaiano.edu.br/unidades/guanambi/files/2019/04/Renato-Coelho-da-Silva-Filho.pdf. Acesso em: 31/03/2020.
  4. GILL, D.; OWINGS, A. Roses: Selection, Planting and Care. LSU AgCenter Burden Center. Disponível em: https://www.lsuagcenter.com/NR/rdonlyres/C07F703D-B461-4536-933D-DE049D185264/38090/pub1587rosesHIGHRES1.pdf. Acesso em: 31/03/2020.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como plantar uma rosa que eu ganhei
Como plantar uma rosa que eu ganhei

Voltar ao topo da página