Partilhar

Como cuidar de lisianto em vaso - manual

Como cuidar de lisianto em vaso - manual

O lisianto ou genciana-do-prado (Eustoma grandiflorum) é uma planta de origem norte-americana muito conhecida por suas grandes flores, de cores variadas, que têm uma exuberante beleza e se diferenciam muito de outras flores por serem muito grandes e resistentes. Cada vez mais popular no Brasil, essa planta cresceu em consumo mais recentemente por se tornar comum em buquês de casamento. Por se tratarem de flores duráveis, elas são ótimas para fazer arranjos florais, mas não somente, podendo ser utilizadas para o plantio ornamental em jardins. Nesse artigo desenvolvido por umCOMO, iremos te ensinar Como cuidar de lisianto em vaso, além de dar dicas sobre o cultivo dessa planta em casa. Continue lendo para conhecer mais os cuidados específicos do lisianto.

Também lhe pode interessar: Como cultivar lisianto - manual completo

Lisianthus - cultivo

O cultivo de lisianto não é simples. Trata-se de uma planta com muitas exigências ao solo e ao clima, mas tudo isso pode ser controlado se feito um monitoramento adequado do crescimento da planta. Fique atento portanto para o passo-a-passo a seguir:

Primeiramente, é necessário notar que existem 4 variedades da espécie, cada uma que exige um tamanho de vaso:

  • Lisianto Florida e Lisianto Perene: 10 a 15 centímetros de profundidade
  • Lisianto Safira: 7-10 centímetros de profundidade
  • Lisianto Lisa: 7 a 15 centímetros de profundidade

Geralmente, não encontramos lisiantos na rua, então precisamos comprá-los em lojas especializadas. Essas lojas irão informar qual o tipo de lisianto que se está comprando. Com o vaso adequado e com um broto já em mãos, é importante fazer o envasamento da planta. Antes de colocar a planta no solo, é importante medir o pH do solo. Com um medidor químico, que pode ser adquirido em lojas de laboratórios ou mesmo em lojas de agricultura especializada, veja se o pH do solo se encontra entre 6,5 e 7. Caso ele esteja abaixo isso, vá adicionando material orgânico e calcário até que consiga um pH que se encontre na necessidade da planta.

O vaso que comportará essa terra deve ter furos para a drenagem embaixo, assim como um pires para evitar a acumulação de água. Com o vaso adequado e com a terra de acidez equilibrada, faça o plantio do lisianto para o vaso. Fique atento para o pH do solo e, caso ele se reduza, adicione calcário.

O cultivo de Lisianto depende muito do sol. No entanto, é recomendável que a temperatura média durante o dia fique entre 20ºC e 24ºC. Durante a noite, as temperaturas não devem ficar abaixo de 16º C em média. O lisianto precisa também de 8 a 12 horas diárias de exposição solar. No entanto, não pode passar por temperaturas muito altas. Ou seja, a conservação em espécies de estufas ou ambientes com ar condicionado podem ser preferenciais na hora da conservação do Lisianto.

Além disso, utilize um regulador de crescimento, spray que controla o crescimento da planta e que evita a má-distribuição de nutrientes, processo que pode atrapalhar o crescimento das flores do Lisianto. A irrigação do Lisianto deve ser feito com bastante cuidado, evitando água nas folhas. Diariamente, irrigue as plantas preferencialmente durante a tarde, para evitar que as raízes cozinhem. Além disso, fique atento para possíveis pragas que costumam atacar as folhas do Lisianto.

Leia também o artigo como cultivar lisianto para saber mais sobre o tema.

Como fazer muda de lisianthus

O processo de reprodução por estaquia é popularmente chamado de "plantar por mudas". O lisianthus, como a maioria das plantas, especialmente as flores, pode se reproduzir através de mudas. No entanto, deve-se ter um corte específico para fazer uma reprodução por estacas bem sucedido. No caso do lisianto, você deve cortar um galho que não seja o caule principal e que tenha preferencialmente um nó de folhas em seu corpo. Esse nó de folhas auxiliará na respiração da planta e na fotossíntese, aumentando a probabilidade de sucesso na reprodução por estaquia.

Para saber mais sobre mudas, leia nosso artigo Como fazer estaquia.

Flor lisianthus - significado

Os casais que fazem das flores de lisianto as principais do buquê de casamento devem ter em mente o que essas flores significam. Existe todo um significado por trás do lisianto, termo que vem do grego lissi (macio) e anthos (flor). É uma flor leve, romântica, carregada de elegância e leveza, sendo uma boa pedida para ser cultivada em casa e para as festas que carregam uma força estética e status social.

Leia também: Como escolher as flores do meu casamento

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de lisianto em vaso - manual, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Escrever comentário sobre Como cuidar de lisianto em vaso - manual

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Hortencia
Ganhei um caso de lisianto. Gostaria de saber se fosse trocado de vaso qual seria o tamanho ideal, acho q tem três mudas no vasinho, roxa, branca e matizada branca com bordas roxa.

Como cuidar de lisianto em vaso - manual
Como cuidar de lisianto em vaso - manual

Voltar ao topo da página