Partilhar

Como cuidar de suculentas pendentes

 
Por Ketlyn Araujo. 15 setembro 2020
Como cuidar de suculentas pendentes

Ter plantas em casa é um desejo que muitas pessoas possuem, já que dedicar uma área do nosso jardim, sacada ou até da sala para cultivar diferentes espécies acaba sendo um jeito fácil e eficiente de deixar nosso lar mais colorido e cheio de vida. Porém, para que esse cultivo ocorra de maneira correta, de modo que as plantas cresçam fortes por mais tempo, é necessário levar em conta alguns cuidados específicos referentes ao desenvolvimento de casa espécie.

Nesse sentido, as suculentas pendentes são plantas muito atrativas para quem ama jardinagem, não apenas pelas formas características, mas também por se adaptarem facilmente a diferentes espaços. Não à toa, as suculentas estão cada vez mais presentes em ambientes diversos, pois dão um toque de originalidade e deixam qualquer espaço mais harmonioso. Não sabe como cuidar de suculentas pendentes e está pensando em colocar algumas dentro de casa? Neste artigo do umCOMO vamos salvar a sua vida com todo tipo de informação que você precisa sobre o assunto.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de suculentas

Tipos de suculentas pendentes

As suculentas pendentes são plantas capazes de armazenar água no caule, nas folhas e nas raízes e, por isso, são caracterizadas por suas folhas mais grossas e carnudas, mesmo que isso varie de acordo com a espécie. De maneira geral, as suculentas precisam de pouca umidade para sobreviver, podendo crescer sem problemas mediante clima seco.

Para analisar quais cuidados que você deve ter com as suculentas, primeiro precisamos explicar que existem muitos tipos de suculentas pendentes. A seguir, você conhece algumas das espécies mais populares:

  • Colar de pérolas: também conhecida por planta Rosário ou cortina de pérolas, essa planta de nome científico Senecio rowleyanus conta com caules longos e finos e folhas em formato cilíndrico, onde armazena toda a água que absorve.
  • Rhipsalis: as rhipsalis são plantas de aspecto desarrumado que, em conjunto, formam uma espécie de cortina. Existem cerca de 60 variedades desse tipo de suculenta, mas praticamente todas elas contam com caules vistosos e bastante utilizados como elementos decorativos.
  • Rabo-de-burro: a planta rabo-de-burro, de nome científico Sedum morganianum, é uma espécie muito resistente às altas temperaturas. Com vistosas folhas verdes que podem adotar tonalidades acinzentadas, as folhas dessa planta ficam agrupadas em cachos suspensos, o que explica o nome pelo qual ela é conhecida.
  • Corações emaranhados: a Ceropegia woodii, conhecida popularmente por coração-emaranhado (ou corações emaranhados), leva esse nome por conta da linda e característica forma de suas folhas grossas. Quando exposta ao sol, essa planta pode adquirir uma coloração avermelhada bastante chamativa, e o melhor da espécie é que ela é capaz de crescer tanto em áreas com sombra quanto na luz solar direta.
Como cuidar de suculentas pendentes - Tipos de suculentas pendentes

Luz e clima

Depois de detalhar alguns tipos de suculentas pendentes, o primeiro cuidado que você deve levar em consideração tem a ver com a luz e o clima. Em regiões desérticas e quentes como países do continente africano ou o México, as plantas suculentas pendentes de exterior resistem bem à seca e à exposição solar contínua.

Além disso, você deve lembrar que existem suculentas pendentes indicadas para áreas externas e aquelas que você pode ter em ambientes fechados. Ou seja, há espécies que se adaptam melhor se não estão em contato direto com os raios solares, caso contrário elas podem desidratar rapidamente e, ainda, perder suas reservas de água. Dessa forma, dependendo da suculenta pendente que você quer ter em casa, deve colocá-la em áreas com mais ou menos sombra.

Se você notar que as folhas da sua planta estão com uma cor avermelhada, isso significa que elas estão queimadas devido a uma superexposição ao sol. Se, do contrário, o tom das folhas é muito pálido, você deve reposicionar a planta para que ela receba mais luz solar.

Adubo

Outro aspecto a se considerar é que todas as dicas aqui expostas valem tanto para plantas suculentas pendentes com flores quanto para as que não têm flores. Nesse caso, outro ponto importante é o adubo.

Durante a etapa de crescimento, você deve adubar suas plantas com um fertilizante específico ou orgânico, uma vez por mês. Apesar de ser um cuidado periódico, você vai notar que, com isso, a saúde da sua planta será bastante reforçada. À medida que ela for crescendo, você terá que transplantá-la para que o tamanho não transborde do vaso.

Pode ser que você também se interesse por este artigo sobre como plantar suculentas.

Como cuidar de suculentas pendentes - Adubo

Irrigação

Praticamente todas as suculentas, incluindo os cactos pendentes, se caracterizam pela pouca quantidade de irrigação de que necessitam. O excesso de água, aliás, pode causar danos irreversíveis para a sua planta, já que as raízes quando encharcadas ficam podres, e a planta morre em pouco tempo.

Com isso em mente, é fundamental controlar a frequência das irrigações e regar a terra quando você notar que o substrato está completamente seco. Você também terá de evitar a formação de poças de água quando for regar a sua planta, pois elas são espécies originárias de climas quentes, que suportam melhor as temperaturas elevadas e secas do que o frio e o excesso de água.

Drenagem

Devido à necessidade de evitar poças durante a irrigação das suculentas pendentes, é fundamental que essas plantas contem com uma boa drenagem. Dessa forma, elas poderão eliminar excessos de água caso você ultrapasse a quantidade ou a frequência de água necessárias.

Nós, do umCOMO, recomendamos que você não coloque nenhum prato embaixo dos vasos, para evitar que o substrato das suculentas pendentes fique úmido demais. Caso você queira adicionar os pratos aos vasos das plantas de maneira decorativa, lembre-se de, antes disso, tirar a água que ficou dentro do vaso após a rega, para evitar que a planta fique encharcada.

Como cuidar de suculentas pendentes - Drenagem

Solo

Para que você siga aprendendo como cuidar de suculentas pendentes, tenha em mente que essas plantas tão diferentes crescem perfeitamente em superfícies distintas (troncos de árvores, rochas, etc.). Ao levar isso em consideração, podemos deduzir que a capacidade de desenvolvimento dessas espécies em vários terrenos faz com que elas não necessitam de um substrato muito rico em minerais.

As suculentas pendentes podem crescer perfeitamente em um solo considerado pobre e, por conta disso, você pode realizar diferentes misturas com o substrato (seja de areia ou de um cacto) sem se preocupar com as consequências.

Esperamos que os cuidados que você deve ter com as suculentas pendentes que apresentamos aqui no umCOMO tenham te ajudado. Por conta de sua bela aparência e grande resistência a condições climáticas adversas, essa espécie é ideal para decorar sua casa e outros ambientes. Então, na dúvida sobre quais plantas escolher para dar mais vida ao seu lar, lembre-se de que as suculentas pendentes são garantia de sucesso.

Recomendamos, ainda, que você dê uma olhada neste artigo Minha suculenta está morrendo, o que fazer?

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de suculentas pendentes, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Escrever comentário sobre Como cuidar de suculentas pendentes

O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar de suculentas pendentes
1 de 4
Como cuidar de suculentas pendentes

Voltar ao topo da página