Partilhar

11 plantas com espinhos

 
Por Letícia Lima. Atualizado: 24 fevereiro 2020
11 plantas com espinhos

Você certamente já notou que algumas plantas têm espinhos ou acúleos. A mais conhecida dessas plantas com espinhos é a rosa, embora haja muitas outras, sendo possível encontrar arbustos e trepadeiras com espinhos. A verdade é que esses espinhos são mais habituais e comuns do que parecem, e evidentemente, sua presença não é apenas um acaso. Os espinhos têm sua função e desempenham um papel importante na planta.

Aqui no umCOMO, vamos te explicar porque as plantas têm espinhos, além de apresentar algumas das principais plantas espinhosas, para que você conheça suas principais características e os cuidados básicos que exigem para serem cultivadas em casa com todo seu esplendor. A seguir, veja 11 plantas com espinhos que são frequentes ou muito populares.

Também lhe pode interessar: Como plantar mostarda

Plantas com espinhos

Na natureza, podemos encontrar diversas plantas com espinhos e arbustos, que estão lá por várias razões. Uma das causas que explica sua aparição - provavelmente a mais conhecida - é a proteção. Isto é, as plantas contam com espinhos porque eles atuam como um mecanismo de proteção para fazer frente às ameaças de animais - que podem comer folhas ou frutos - e de outras plantas.

Contudo, além disso, existem outros fatores. Os espinhos também servem para evitar a evaporação da água. Dessa maneira, é comum ver espinhos em plantas trepadeiras, arbustos, cactos ou herbáceas.

Em outras plantas, o motivo de sua aparição é muito mais simples: eles simplesmente substituem as folhas, ajudando a manter a umidade. Dessa forma, as plantas e arbustos espinhosos são mais comuns em regiões desérticas, sejam elas quentes ou frias.

Os espinhos também têm outra missão na planta: servem de refúgio ou esconderijo para insetos ou pequenos animais que, caso contrário, seriam facilmente devorados.

11 plantas com espinhos - Plantas com espinhos

Coroa de espinhos (Euphorbia milli)

A planta coroa-de-cristo ou Euphorbia milli é parte das plantas com espinhos, uma vez que seu caule principal é muito parecido com o do cacto, sendo cheio de espinhos. Além disso, é uma planta que dá belas flores.

Essa planta, procedente de Madagascar, vive tanto em ambientes internos quanto externos da casa, contanto deve-se levar em consideração que ela pode alcanças até um metro e meio de altura. É uma planta resistente às altas temperaturas, mas não as baixas, sendo conveniente colocá-la dentro de casa durante o inverno.

Sua propagação se dá através do corte no caule, sendo necessário deixá-lo secando durante uns cinco dias para que saia algo como uma crosta. Esse é o momento para plantá-la para que cresça uma nova coroa-de-cristo.

11 plantas com espinhos - Coroa de espinhos (Euphorbia milli)

Cactos, as plantas com espinhos por excelência

O cacto é a planta com espinhos por excelência e uma das mais populares. Dentro dessa categoria há vários subtipos, cada um com suas particularidades. Aqui falamos de três, que são muito decorativos por sua aparência, além de serem bem resistentes:

  • Euphorbia trigona: esse cacto é conhecido também como candelabro. Nativo do Sudoeste Africano, é reconhecido por seu caule ereto, que chega a alcançar uma altura entre 15 e 25 centímetros que se separam por constrições, assim como espinhos espatulados e de cor marrom-avermelhado, de tamanho entre dois a quatro milímetros.
  • Ferocactus latispinus: esse cacto, conhecido por sua vez como língua-do-diabo ou unha-de-corvo, é nativo do México e do sudeste dos Estados Unidos. Seus espinhos têm formato radial, atingindo uns dois centímetros de comprimento. Não obstante, em sua parte central, crescem espinhas estriadas e de cor avermelhada, que chegam a 3,5 centímentros de comprimento. Esses cactos precisam de muito sol e temperaturas quentes, mesmo que suportem temperaturas de até quatro graus negativos.
  • Agave potatorum: esse cacto, também conhecido como agave borboleta, também tem origem no México, se estendendo pela América Central e sudoeste dos Estados Unidos. Essa planta se caracteriza por suas folhas em formato de roseta, que possuem espinhos nas extremidades. Esse cacto vive sem problemas no sol pleno, apesar de resistir a temperaturas de até cinco graus negativos, desde que a terra esteja seca.

Se você gosta de cactos e deseja ter um em casa, neste outro artigo te contamos Como cuidar de um cacto.

11 plantas com espinhos - Cactos, as plantas com espinhos por excelência

Figueira-do-diabo

Na natureza podemos encontrar outras plantas com espinhos, que datam desde a Antiguidade. Uma delas é a figueira-do-diabo, que vem sido utilizada há séculos com fins medicinais - mas com muita precaução devido a sua toxidade. Ela também é usada como alucinógeno.

Essa planta, cujo nome científico é Datura stramonium, pode ser encontrada em toda a Espanha. Ela é reconhecida por suas flores em forma de trompete, que são muito chamativas. Quando a flor é fecundada é que aparece uma espécie de "cápsulas" com as sementes, cápsula essa que possui espinhos onde está a parte tóxica.

11 plantas com espinhos - Figueira-do-diabo

Pachypodium lamerei ou palmeira de Madagascar

A Pachypodium lamerei, também conhecida como palmeira de Madagascar, é outra das plantas com espinhos. Na verdade, nesse caso, os espinhos estão em seu caule. Nessa região nascem folhas lisas, grandes e muito verdes. Além disso, a palmeira costuma ter flores brancas, que são muito perfumadas.

Essa planta com espinhos nativa da África não precisa de muita rega no inverno, mas no verão é necessário regá-la a cada duas ou três semanas, contudo sempre deixando que o substrato seque bem. E, na hora de escolher um local para colocá-la, é melhor escolher áreas quentes e com sol.

11 plantas com espinhos - Pachypodium lamerei ou palmeira de Madagascar

Ulex europaeus ou tojo

O Ulex europaeus ou tojo é um arbusto espinhoso que também pode servir de cerca vivo com espinhos, cujas flores são amarelas. Essa planta nativa da Europa requer luz solar para seu desenvolvimento, já que não cresce bem em regiões muito escuras.

Desta forma, é melhor colocá-la em sol pleno ou meia-sombra. Não obstante, é uma planta resistente que pode viver em muitas regiões nas quais seria impossível ter outra vegetação. É preciso ter cuidado em não colocá-la perto de áreas de alto risco de incêndio, uma vez que ela é pirófita (resistente ao fogo).

11 plantas com espinhos - Ulex europaeus ou tojo

Rosas com espinhos

Se há uma flor associada com espinhos é a rosa. De fato, é a flor por excelência porque, além de ser bela, suas flores possuem muitos significados em função das cores. A mais conhecida é a rosa vermelha, associada ao amor. Se quer saber mais sobre ela, confira nosso artigo Qual é o significado das rosas vermelhas.

As rosas nascem dos rosais, que são arbustos com espinhos que se desenvolvem bem no exterior, para que possam receber a luz do sol. Quanto às regas, a quantidade de água deverá variar conforme a época do ano. Por exemplo, deve ser abundante durante a época de florada.

Regá-la bem é também chave durante o primeiro ano. Em todo caso, sempre se deve tomar cuidado, porque não se deve molhar nem as flores nem as folhas.

Minha roseira não floresce, o que fazer? Confira dicas e truques.

11 plantas com espinhos - Rosas com espinhos

Tipos de cerca viva com espinhos

Além das plantas com espinhos que citamos, também há arbustos com espinhos, encontrando-se vários tipos desse tipo em específico. Dentre eles, podemos falar de, por exemplo:

  • Berberis: esses arbustos com espinhos podem ser reconhecidos por sua madeira amarelada, que pode ser observada no corte do caule, assim como por suas espinhas de três pontas. É uma planta que costuma ser invasiva e que, por sua ver, possui distintas variedades como o Berberis thunbergii ou o Berberis japonês.
  • Datura: esse arbusto com espinhos, que também se chama Datura ferox, se caracteriza por ser uma grama erguida, que pode alcançar até um metro, assim como por suas folhas espinhosas e seu fruto coberto por espinhos. Vive bem em regiões de clima temperado ou nas onde faz sol.
  • Acácia espinhosa: esse arbusto é reconhecido por seus compridos e afiados espinhos, utilizado muitas vezes como muro ou sebe de defesa, já que é difícil penetrar ou atravessá-lo. É uma planta que pode viver bem em zonas quentes, sendo necessário ter cuidado de plantar cada semente a uma distância de dois metros, já que crescem bastante. Quanto a altura, podem chegar aos seis metros. Em relação às regas, deve-se cuidar especialmente nos dois primeiros anos, tornando a planta resistente até à seca depois.

Nós do umCOMO esperamos ter te ajudado e que agora você saiba mais sobre 11 plantas com espinhos, conhecendo os cuidados necessários para caso venha a tê-las em sua casa ou jardim, provendo o necessário para que cresçam bem.

11 plantas com espinhos - Tipos de cerca viva com espinhos

Se pretende ler mais artigos parecidos a 11 plantas com espinhos, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Vídeos relacionados com 11 plantas com espinhos

1 de 3
Vídeos relacionados com 11 plantas com espinhos

Escrever comentário sobre 11 plantas com espinhos

O que lhe pareceu o artigo?

11 plantas com espinhos
1 de 9
11 plantas com espinhos

Voltar ao topo da página