Partilhar
Partilhar em:

5 plantas de interior que ficam pendentes

5 plantas de interior que ficam pendentes

Está pensando em decorar sua casa com plantas? Esta é uma excelente opção pois as plantas contribuem com cores vivas, assim como com calor aos espaços interiores, sem contar que muitas delas atuam purificando o ar. Além disso, baseando-se em diversas tradições orientais, também se considera que as plantas são capazes de mudar a energia presente em um determinado lugar. Dispõe de inúmeras plantas de interior com flor e sem flor e todas elas são boas opções para decorar cada canto de seu lar, no entanto as plantas pendentes são ideais para a decoração, já que podem imitar cortinas, cobrir espaços abertos e inclusive substituir quadros. Neste artigo do umCOMO vamos mostrar para você 5 plantas de interior que ficam pendentes bem como seus cuidados básicos, desta forma conhecerá múltiplas opções para decorar sua casa.

Também lhe pode interessar: 5 plantas de interior sem flor

Orquídea pendente

Há algo mais bonito que uma orquídea? Trata-se de uma das plantas de interior mais elegantes, que também conta com uma variante pendente conhecida na botânica como Papperitzia leiboldi.

Trata-se de uma orquídea que produz uma inflorescência arqueada e suspensa que pode chegar a atingir os 13 centímetros de comprimento e que conta com aproximadamente de 6 a 12 flores, claro que a floração é anual, se produzindo entre a primavera e o verão.

Estas orquídeas precisam de um substrato universal à base de turfa, por outro lado, quanto à irrigação, não se pode estabelecer uma regra genérica, já que dependerá do desenvolvimento da orquídea e do tamanho do vaso, portanto, é sempre importante observar a textura das folhas e o aspecto da terra.

Como referência pode-se considerar uma frequência de irrigação de uma vez por semana nas estações mais frias e de duas a três vezes por semana nas estações mais quentes. A orquídea precisa de luz, mas deve-se evitar expô-la à luz solar direta.

Neste outro artigo contamos para você como cuidar de orquídeas.

Columnea arguta

A columnea arguta é uma planta que pertence a um gênero que engloba aproximadamente 200 espécies. Neste caso, estamos perante uma planta pendente muito apreciada por sua folhagem de intensa cor verde e suas coloridas e chamativas flores.

São plantas cujo cultivo em cestos pendurados é muito simples, podem tolerar sem inconvenientes temperaturas compreendidas entre os 15 e 27 graus centígrados, devem ser protegidas da exposição solar direta e precisam de uma umidade ambiental alta.

Desde o início da primavera e durante todo o verão a irrigação deve ocorrer com suficiente frequência suficiente para que a terra permaneça sempre úmida, durante as restantes épocas do ano é importante regá-la apenas para evitar que a terra se seque até mostrar rachaduras.

É importante que o vaso onde se plante conte com um bom sistema de drenagem, já que esta planta não tolera os encharcamentos, ou seja, que a água fique acumulada no fundo do vaso.

Samambaia pendente

A samambaia pendente é uma excelente planta se o que você quer é que os tons verdosos e vivos tenham grande protagonismo em sua casa.

A samambaia não tolera temperaturas baixas, portanto é ideal para manter no interior de casa e pode crescer sem problemas em um cesto suspenso. A samambaia precisa de uma irrigação cuidadosa, mas ao mesmo tempo bastante umidade, isto consegue-se regando-a de forma a que terra permaneça úmida, mas sem que ocorram encharcamentos.

Devido à grande umidade que precisam, é recomendável esfregar cuidadosamente suas folhas com um pano úmido. A fertilização deve ser realizada uma vez por mês com um produto adequado e de preferência ecológico.

Aqui encontrará conselhos para saber como cuidar das samambaias.

Jiboia pendente

A jiboia é uma das plantas suspensas mais habituais em casa, que se caracteriza por possuir umas lindas folhas que têm tanto tons verdes como amarelados.

Esta planta é ideal para manter no interior de casa, já que embora precise de uma boa iluminação, não tolera a exposição solar direta. Deve contar com uma temperatura entre 15 e 20 graus centígrados; durante o inverno, é muito importante que nunca a tenhamos em um ambiente abaixo dos 10 graus centígrados.

Trata-se de uma planta muito sensível ao excesso de água, portanto, não tem que regá-la de forma frequente nem manter a terra úmida, ainda que seja conveniente pulverizar suas folhas com água de mineralização dura de vez em quando.

Durante o verão é importante adubá-la cada 15 dias, sempre com um produto de boa qualidade.

Maranta variegada

A maranta variegada é conhecida na botânica com o nome de maranta leuconeura, trata-se de uma planta de interior que conta com uma grande beleza exótica. Sua principal característica é que suas folhas verdes possuem nervos de cor rosa e um centro de cor verde claro.

Esta planta deve ser colocada em um lugar que conte com boa iluminação, mas sem que receba a luz solar de forma direta para se desenvolver adequadamente, pode sobreviver a temperaturas de 17 até os 35 graus centígrados.

Precisa de uma alta umidade e por isso suas folhas devem ser pulverizadas com água de forma periódica, no verão a irrigação deve ser abundante e deve se reduzir progressivamente à medida que as temperaturas forem diminuindo, deve-se evitar que a água fique estancada, bem como que a terra mostre rachaduras.

De março a outubro precisa ser fertilizada a cada 10-15 dias com um produto com pouco nitrogênio, para garantir uma boa saúde e coloração das folhas.

Se deseja ler mais artigos parecidos a 5 plantas de interior que ficam pendentes, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre 5 plantas de interior que ficam pendentes

O que lhe pareceu o artigo?

5 plantas de interior que ficam pendentes
1 de 3
5 plantas de interior que ficam pendentes