Partilhar

Como pintar um cômodo

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como pintar um cômodo

A maneira mais simples e econômica de renovar a decoração da sua casa é mediante umas mãos de tinta. A cor é um dos ingredientes básicos da decoração, já que, graças a ela, podemos mudar radicalmente o aspecto de um cômodo. Nos últimos anos, estabeleceu-se uma tendência a pintar a cabeceira da cama ou uma das paredes do quarto com um tom forte que realce os outros complementos e móveis. Pintar uma parede também é um recurso muito simples e econômico para dar uma cara nova ao cômodo, se já estamos um pouco cansados da decoração existente.

Vai precisar de:
Passos a seguir:
1

Na hora de pintar as paredes de um quarto, o primeiro que devemos fazer é preparar o cômodo para a pintura.

2

Retire todos os móveis e enfeites que possam ser removidos facilmente; móveis grandes como sofá, poltrona ou cama deverão ser cobertos com um lençol velho ou um plástico de grandes dimensões. Também, será necessário retirar os espelhos dos interruptores elétricos e os lustres de teto ou parede (para uma maior segurança, desligue a corrente elétrica). Se for possível, também se recomenda retirar as portas e janelas (é simples, mas peça ajuda para realizar esta operação porque geralmente ambas pesam bastante) e desaparafusar as fechaduras.

3

Cobrir: O seguinte passo consiste em delimitar os espaços que serão pintados com uma fita de pintor. Há no mercado vários tipos de fitas (é importante que seja de papel) e em diferentes tamanhos; sua vantagem é que se adaptam e se aderem facilmente a qualquer superfície e qualquer ângulo. Você terá que tapar a junção entre os rodapés e a parede, ao redor dos interruptores de luz, esquadrias das janelas, etc., e caso queira pintar as paredes de duas cores. É preciso retirar a fita antes que a tinta seque totalmente, pois desta forma sairá com facilidade e sem restos de tinta.

4

Preparar a superfície: comprove o estado das paredes e do teto. Se estão em bom estado pode-se pintar diretamente; se as camadas de tinta de anos anteriores levantam-se com facilidade ou estão enrugadas, será preciso removê-las. Com a ajuda de uma espátula, retira-se a tinta da parede que sai facilmente, e depois se nivela com uma lixa fina. Se houver fendas ou rachaduras, você deverá cobrir com massa corrida; aplique-a uniformemente com uma espátula, deixe secar e lixe com uma lixa fina para parede até que a parede esteja lisa. Deve-se fazer este procedimento corretamente, senão, ao terminar de pintar, a tinta poderá levantar-se novamente.

5

Você decide: retire com um pano limpo o pó aderido às paredes, que é o produto da operação de lixar. Para fazer o trabalho corretamente, se a superfície é nova ou muito porosa, antes da tinta você deverá dar uma demão de fixador com selador (imprimação com tinta látex), mas a maioria passa diretamente para a tinta definitiva. Se o que se pretende pintar é a sala, a cozinha ou o banheiro, é necessário lavar as paredes antes com água morna e sabão líquido e enxaguar bem.

6

Preparação da tinta: se você utilizar tinta de primeira qualidade, terá uma capacidade de cobertura excelente e com uma demão será suficiente. Também ganhará em tempo, pois uma boa tinta dura entre 5 e 8 anos em excelente estado. Antes de começar, você deve remover a tinta com movimentos circulares e para cima, até que sua consistência seja homogênea. Se a lata de tinta já foi iniciada, antes de remover a tinta você deve retirar a tinta seca com muito cuidado para que não caia dentro da lata e se formem grumos. Escolha os dias frescos, secos e bem ventilados; evitar os dias úmidos ou chuvosos e os de muito calor. Se aplicar mais de uma demão de tinta, deixe secar entre uma e outra. Se você utilizar tinta de primeira qualidade, terá uma capacidade de cobertura excelente e com uma demão será suficiente. Também ganhará em tempo, pois uma boa tinta dura entre 5 e 8 anos em excelente estado. Antes de começar, você deve remover a tinta com movimentos circulares e para acima, até que sua consistência seja homogênea.

7

Começar pela parte alta: sempre se começa pelo teto, porque se cair alguma gota de tinta nas paredes, esta será coberta ao pintar as paredes. A tinta dos tetos é aplicada com um rolo e uma extensão, para que seja suficientemente comprido e confortável para a pessoa que vai pintar. Os ângulos e as áreas mais próximas das paredes são pintados com brocha. Há vários tipos de rolos (lã ou sintéticos de pelo curto para paredes lisas e de lã ou sintéticos com pelo comprido para as paredes com gotelê). Você também precisará de uma brocha normal para as sancas do teto e uma brocha arredondada com ponta para os cantos e ângulos. O primeiro passo é pintar com uma brocha os ângulos e as áreas mais próximas das paredes. Se tem algum emassado ou rachaduras tapadas, passe também a brocha para evitar que absorvam a tinta depois e que escureçam. O segundo passo é a aplicação da tinta com o rolo. Verifique que não haja excesso de tinta; o rolo deverá estar escorrido e distribuir a tinta de maneira uniforme.

8

Continue com as paredes: você irá pintar as paredes da mesma forma que pintou o teto. Tudo dependerá do tipo de tinta e do acabamento que tenha decidido utilizar. Mas a aplicação da tinta com o rolo se realiza de cima para baixo para obter um acabamento por igual e perfeito.

9

Por último, a portas e janelas: se as janelas são de madeira e a tinta está estufada ou há algum tipo de rachadura, você pode consertar com um produto para conserto de madeiras (consulte com o seu marceneiro) e convém aplicar um fixador antes de pintar. Se decidiu pintar a carpintaria com a mesma tinta que as paredes, você pode pintá-la ao mesmo tempo que pinta as paredes. Se a tinta tem outra cor ou brilho, será pintada por último. Se você retirou as portas e janelas, não deve começar pelas esquadrias, mas sim pelas partes de madeira entre a esquadria e a janela; espere secar bem, sem fechar, para depois continuar. As portas devem ser pintadas de dentro para fora; se têm painéis, primeiro pinte os painéis para terminar com as tiras verticais e horizontais. As janelas deverão estar cobertas para não manchar os vidros. Não deixe a fita adesiva muito tempo, senão, ao retirá-la, levará parte da tinta.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como pintar um cômodo, recomendamos que entre na nossa categoria de Design de Interiores e Decoração.

Escrever comentário sobre Como pintar um cômodo

O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
rosa cordeiro
Muito bom
Aparecida Donisete Batista
Gostaria de Receber dicas para pintar minha casa
A sua avaliação:
Joao Batista da Silva
Quero algumas sugestões de combinações de cores para pintar minha casa
larissa
meu moveis sao escuros, minha cama e cinza com detalhe preto, comoda gaveta preta e ao redor marrom, guarda roupa marron , ja comprei a lata d tinta branca, mas meu mrido escolher bisnaga laranja, qual tom teverei fazer sendo q uma parede tem textura
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Olá Larissa, o laranja pode até não ser uma má escolha pois vai trazer vida e cor ao seu cômodo. Mas penso que o branco seria uma melhor escolha, pois as cores ficariam mais em sintonia, depois pode dar um toque de cor com pequenos elementos como almofadas, tapetes ou outros elementos decorativos. Espero ter ajudado! Obrigada por comentar e continue a seguir-nos! ;)

Como pintar um cômodo
Como pintar um cômodo

Voltar ao topo da página