Partilhar

Como cuidar de mini orquídeas

Por Karol Jares. Atualizado: 29 setembro 2020
Como cuidar de mini orquídeas

As orquídeas são plantas da família Orchidaceae, uma das consideradas como mais evoluídas dentre todas as famílias botânicas[1]. Por ser uma família, e não uma espécie, existem diversas variedades de orquídeas que se diferenciam por cor e tamanho, existindo até mesmo versões miniatura da planta. As mini orquídeas são plantas delicadas que, como o próprio nome diz, contemplam o estilo minimalista de gosto para decoração. Suas flores pequenas e delicadas, sendo algumas só visíveis em sua totalidade através de uma lupa, não perdem em nada em relação à beleza para as flores grandes e vistosas. Dado o seu tamanho, podem ser cultivadas em apartamentos e ambientes pequenos.

Se você se interessa por jardinagem e quer saber como cuidar de mini orquídeas, continue lendo esse artigo do umCOMO e aprenda tudo que você precisa saber!

Também lhe pode interessar: Como cuidar de mini rosas

As mini orquídeas

Antes de pensar em cultivar as mini orquídeas, um aviso importante: trata-se de um tipo de planta delicada e algumas espécies são até mesmo até ameaçadas de extinção, ou seja, existem mini orquídeas raras e em processo de desaparecimento da natureza. Tendo em mente tais informações, ao optar por ter uma, vá a uma loja especializada em sua venda, ao invés de simplesmente retirar mini orquídeas do mato, assim, você garantirá que não estará interferindo na sobrevivência de uma espécie.

A família Orchidaceae é uma das maiores do reino vegetal[2], sendo composta por aproximadamente 24.500 espécies[3], sendo assim, existem diversos tipos de mini orquídeas ou micro-orquídeas. Além disso, não existe um padrão muito rigoroso para que uma espécie da família Orchidaceae seja caracterizada como uma mini orquídea e sua estruturação, adaptação na natureza e exigências será a mesma de orquídeas de tamanho comum. Existem plantas de grande porte, mas que produzem folhas minúsculas e as plantas de pequeno porte com flores ainda menores, como é o caso da Sophronitis cernua, na qual as flores são menores que um botão que camisa.

Essas pequenas plantas com enorme beleza também são carinhosamente chamadas, entre os seus admiradores, por teacup orchids quem, em tradução livre, significa "orquídea da xícara de chá", como uma referência ao seu tamanho e como pode ser observado nas fotos de mini orquídeas abaixo, em que as plantas estão justamente dispostas em uma xícara de chá.

Como cuidar de mini orquídeas - As mini orquídeas
Imagem: Reprodução/flor-e-ser.net

Como cuidar de mini orquídeas

Se você quer saber como cuidar de mini orquídeas, um ponto bastante importante será descobrir qual é o melhor tipo de ambiente ao qual a planta se adapta, afinal, a escolha do local certo de acordo com recebimento de luz e temperatura fará toda a diferença no florescimento da planta.

Ambiente adequado

Como se tratam se plantas delicadas, as mini orquídeas naturais precisam de um ambiente ameno, com alta umidade e boa ventilação, não devendo ser expostas diretamente ao sol ou a ventos fortes. Apesar disso, as orquídeas dependem de alta disponibilidade de água no ambiente e também de grande intensidade luminosa[4], o que significa que você deverá colocá-las em local úmido e claro, evitando locais fechados com pouca luz.

Se você quer saber como cuidar de mini orquídeas em apartamento, uma solução para conseguir deixá-las em ambiente propício é colocá-las próximas às janelas, assim, as plantas conseguirão receber iluminação do sol e ficarão em área arejada, ainda que dentro de casa.

Como cuidar de mini orquídeas - Como cuidar de mini orquídeas
Imagem: Reprodução/nov-orchidee.nl

Escolha do vaso para a mini orquídea

Devido ao rápido crescimento das suas raízes, o recipiente da planta deve ser sempre um pouco maior do que a mesma, afinal, ainda que você tenha uma orquídea pequena, a planta cresce abaixo da terra e, caso não tiver espaço suficiente para se desenvolver corretamente, poderá ser a saúde prejudicada.

Material do vaso

Além do espaço, é necessário nos preocuparmos com material do vaso, afinal, tanto a mini orquídea Phalaenopsis (Phalaenopsis mini) quanto as outras miniaturas são plantas que necessitam da bastante água de forma que lidam melhor com vasos de material pouco poroso e que segure bastante a água. Caso você prefira, ainda que por motivos estéticos, é possível utilizar um vaso poroso de argila, entretanto, será necessário redobrar a atenção em relação à umidade do solo.

São diversas as plantas do tipo, sendo algumas das mais comuns a Phalaenopsis mini, Capanemia superflua e a Laelia lundii. Independentemente da espécie que você tiver, saiba que o cuidado será similar e você poderá seguir as dicas acima com certeza de que estará cuidados de sua planta de forma adequada.

Meio saudável

Para crescimento saudável da mini orquídea, preencha o recipiente com algum composto orgânico, como musgos e cascas de alimentos, assim, sua mini orquídea será plantada em um meio saudável e nutritivo. Caso você não tiver restos orgânicos para adubar o substrato no qual sua mini orquídea ficará, veja também como fazer adubo para orquídea florir.

Lembre-se de que as orquídeas de pequenos porte, como a mini Phalaenopsis, são plantas bastante frágeis e delicadas, assim, é sempre bom dar uma atenção extra ao cuidado do solo no qual você deixará a planta, garantindo assim que sua muda terá todos os nutrientes necessários para ter saúde e florir.

Como podar mini orquídeas

Aprender como podar mini orquídeas é um passo essencial na hora de estudar os cuidados com essa planta. Conforme sua mini orquídea for crescendo, vá podando as pontas. O ideal, segundo alguns especialistas na criação da planta, é fazer o corte entre 2,0 e 2,5 cm acima do nó superior dos caules.

Passado algum tempo, dependendo do tipo, sua mini orquídea pode crescer a ponto de precisar trocar de vaso. A escolha do novo recipiente deve seguir as mesmas regras; ou seja, ele deve sempre ser um pouco maior do que a planta. Quando for mudar a planta para o outro recipiente, faça-o com delicadeza, girando devagar a planta, até que toda a raiz se desprenda da terra.

Preste atenção nas raízes: as mortas, que se apresentam marrons e murchas, devem ser cortadas, para que a sua mini orquídea continue a crescer saudável.

Como cuidar de mini orquídeas - Como podar mini orquídeas

Cuidados ao regar mini orquídeas

Cuidar da planta é uma tarefa que exige cuidado, atenção e disciplina. Quando se trata de uma planta tão delicada quanto é a mini orquídea, o cuidado deve ser redobrado. Se informe a respeito do tipo da sua planta, pois ela pode demandar alguns cuidados específicos. Fertilize a terra no recipiente dela e fique atento ao aspecto. Ela deve estar saudável, caso contrário as flores não durarão muito ou, pior ainda, nem mesmo irão aparecer.

Importante: quando houver a troca de recipiente, não regue diretamente a planta no começo. Borrife um pouco de água uma vez ao dia.

Veja também os seguintes artigos sobre orquídeas:

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de mini orquídeas, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Referências
  1. CASTRO, P. R. de CAMARGO e; ANGELINI, B. G.; MENDES, A. C. C. M.; DECHEN, A. R.; GARCIA, E. M. Orquídeas. Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, 2017. Disponível em: https://www.esalq.usp.br/biblioteca/sites/default/files/publicacoes-a-venda/pdf/SPR_Orquideas.pdf. Acesso em: 26/09/2020.
  2. BARROS, F. de; Diversidade taxonômica e distrubiução geográfica das Orchidaceae brasileiras. Acta Botanica Brasilica, Vol. 4, Nº 1, 1990. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/abb/v4n1/v4n1a13.pdf. Acesso em: 26/09/2020.
  3. KOCH, A. K.; SANTOS, J. U. M. dos; ILKIU-BORGES, A. L. Sinopse das Orchidaceae holoepífitas e hemiepífitas da Floresta Nacional de Caxiuanã, PA, Brasil. Hoehnea, Vol. 41, Nº 1, pp. 129-148, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/hoehnea/v41n1/12.pdf. Acesso em: 26/09/2020.
  4. SILVA, I. V. da; MEIRA, R. M. S. A.; AZEVEDO, A. A. Anatomia de raízes de espécies de Orchidaceae do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, Minas Gerais. Hoehnea, Vol. 37, Nº 1, pp. 147-161, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/hoehnea/v37n1/v37n1a10.pdf. Acesso em: 26/09/2020.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
A sua avaliação:
Cristina Soares
Informações não condizem ao cultivo de mini e micro orquídeas.
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Oi, Cristina. Agradecemos o comentário! Você pode nos especificar quais informações não condizem, por favor?
Angenilde
Posso plantar mini orquidea na terra?
A sua avaliação:
Paulo Roberto Dias Vieira
Tenho uma mini orquídia gostaria de saber seu nome
A sua avaliação:
jose luiz martins
tenho uma mini orquidea como faço para descobrir sua especie
ArleteDomingues
Como faco para molhar

Como cuidar de mini orquídeas
Imagem: Reprodução/flor-e-ser.net
Imagem: Reprodução/nov-orchidee.nl
1 de 4
Como cuidar de mini orquídeas

Voltar ao topo da página