Partilhar

Flores brasileiras: espécies e características

 
Por Yasmin Fonseca. 22 outubro 2020
Flores brasileiras: espécies e características

O plantio de flores nem sempre é uma tarefa simples, entretanto, se tem uma dica que pode nos ajudar bastante a fazer a planta vingar e aumentar as chances de florescer, é a de plantarmos sempre espécies nativas. Afinal, teremos, assim, a certeza de que se trata de uma planta que irá se adaptar bastante bem ao ambiente no qual será introduzido. O Brasil é um país com uma vasta fauna e flora e quando falamos de flores a ideia apenas se confirma dada a grande quantidade de espécies nativas que podemos encontrar por todo o território nacional. Se você se interessa por botânica e quer conhecer um pouco mais de espécies nativas do Brasil, conheça 7 flores brasileiras neste artigo do umCOMO.

Também lhe pode interessar: Como cultivar a flor-de-lis

Alamanda

A alamanda é uma planta arbustiva e trepadeira com flores de cor amarela e frequentemente utilizada como ornamental. Originária da caatinga[1], a alamanda é uma das flores nativas do Brasil, sendo facilmente cultivada em razão da sua adaptabilidade a locais quentes e úmidos como o seu de origem.

Uma das características da alamanda que a destaca de outras espécies floríferas é que ela floresce durante quase o ano todo, sendo necessário apenas que tenhamos todo o cuidado necessário em relação a regar e a adubar a planta para, assim, termos belas flores em nosso jardim.

Se você se interessa por essa espécie e deseja saber mais sobre seu cuidado, veja como cultivar alamanda amarela.

Flores brasileiras: espécies e características - Alamanda

Begônia

As begônias são um gênero de plantas floríferas nativo de regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo, existindo cerca de 1400 espécies das quais 200 são flores do Brasil encontradas nos mais diversos biomas, com exceção dos manguezais[1].

Em razão da variedade de espécies de begônia, podemos encontrá-las nas mais variadas cores, sendo uma planta ideal para quem gosta de variedade e pretende construir um jardim bastante colorido, sendo mais comum que as encontremos em cores quentes como vermelho, amarelo e laranja.

Para saber mais sobre esse gênero de planta e também sobre seus cuidados, veja nosso artigo sobre como cuidar de begônias.

Flores brasileiras: espécies e características - Begônia

Buganvília

Popularmente chamada de primavera, a Buganvília é uma das flores brasileiras ideais para você que tem um quintal bastante espaçoso e deseja preenchê-lo de cor usando flores. Além de bela, essa é uma espécie que não exige grandes cuidados e que, além de não exigir grandes quantidades de água[3], prefere locais quentes com grande recebimento de luz solar.

Para aprender mais sobre o cultivo dessa espécie, não deixe de conferir também o nosso artigo sobre como plantar primavera (Buganvília).

Flores brasileiras: espécies e características - Buganvília

Bromélia

Dentre os nomes de flores brasileiras podemos encontrar o da bromélia, comumente encontradas na Mata Atlântica e em outros biomas similares[4]. Quando falamos dessa flor, devemos pensar em um gênero botânico em vez de uma só espécie, afinal, existe uma grande variedade de bromélias que se diferenciam por cor e tamanho. Ainda assim, todas exigem mesmo cuidado.

Se pretende cultivar a espécie, mas ainda não sabe o que é necessário fazer, veja quais são os cuidados necessários em nosso artigo sobre como cuidar de uma bromélia.

Flores brasileiras: espécies e características - Bromélia

Flor-de-Maio

A flor-de-maio é uma espécie nativa do Brasil que surge nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, ou seja, na região sudeste do país[5]. A espécie, além de ser florífera, também é um cacto, ou seja, uma espécie que retém grande quantidade de água, o que faz com que ela exija pouca rega.

Para saber sobre os cuidados necessários para essa espécie, veja o nosso artigo sobre como cuidar da flor-de-maio.

Flores brasileiras: espécies e características - Flor-de-Maio

Ipê

O ipê não apenas é uma planta nativa do Brasil como é encontrado desde o Norte até o Sul do país[6]. Em razão de suas flores e de seu tamanho, a planta é bastante utilizada na arborização de cidades, mas também pode ser usada em jardins residenciais. As cores de suas flores são branco, amarelo e rosa.

Apesar dela estar longe de ser encontrada dentre as plantas raras do Brasil, sua beleza é inegável e faz toda a diferença em nosso jardim.

Se você pretende cultivar essa planta e não sabe como fazer o plantio veja como plantar ipê.

Flores brasileiras: espécies e características - Ipê

Pau-Brasil

O Pau-Brasil é uma das flores exóticas brasileiras, afinal, a planta que já teve tanta relevância em nossa história e que até mesmo nomeou o país está hoje em dia em extinção[7] em razão da grande exploração que sofreu no passado.

Ainda que a planta seja mais conhecida por sua madeira e pelo corante avermelhado que produz, o Pau-Brasil também produz belas flores amarelas com manchas vermelhas que podem ser vistas na imagem.

Flores brasileiras: espécies e características - Pau-Brasil

Se pretende ler mais artigos parecidos a Flores brasileiras: espécies e características, recomendamos que entre na nossa categoria de Jardinagem e Plantas.

Referências
  1. BARROS, J. de S. G.; GOMES, E. C. de S.; CAVALCANTI, L. S. Efeitos de extrados de Allamanda blanchetti no controle de Alternaria brassicola em mudas de couve-manteiga. Revista Caatinga, Vol. 28, Nº 3, p. 36-46, Mossoró, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rcaat/v28n3/1983-2125-rcaat-28-03-00036.pdf. Acesso em: 19 de outubro de 2020.
  2. JACQUES, E. L.; MAMEDE, M. C. H. Notas nomenclaturais em Begonia L. (Begoniaceae). Revista Brasileira de Botânica, Vol. 28, Nº 3, p. 579-588, 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbb/v28n3/29007. Acesso em: 19 de outubro de 2020.
  3. PEREIRA JUNIOR, A.; COSTA, S. S. da; NUNES, H. da C. B.; ALMEIDA, E. F. de. A biogeografia, propagação e usos ambientais da Bougainvillea spectabilis Willd. Brazilian Applied Science Review, Vol. 2, Nº 6, pp; 2144-2162, Curitiba, 2018. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BASR/article/download/562/522. Acesso em: 19 de outubro de 2020.
  4. JENSEN, A. S. da C.; NASCIMENTO F. C.; JENSEN, R. C.; SAITO, R. T. Bromélia: promoção da biodiversidade x riscos à saúde ambiental. Revista Brasileira de Ciências Ambientais. Nº 19, 2011. Disponível em: http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/download/359/309/. Acesso em: 19 de outubro de 2020.
  5. LONE, A. B. SOUZA, G. R. B. de; OLIVEIRA, K. S. de; TAKAHASHI, L. A. S.; FARIA, R. T. de. Temperatura e substrato para germinação de sementes de flor-de-maio (Schlumbergera truncata (Haw.) Moran). Revista Ceres, Vol. 57, Nº 3, p. 367-371, Viçosa, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rceres/v57n3/v57n3a12.pdf. Acesso em: 19 de outubro de 2020.
  6. OLIVEIRA, A. K. M. de; SCHELEDER, E. J. D.; FAVERO, S. Caracterização morfológica, viabilidade e vigor de sementes de Tabebuia chrysot

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Flores brasileiras: espécies e características
1 de 8
Flores brasileiras: espécies e características

Voltar ao topo da página